Olimpíada: hotéis do interior registram até 100% de ocupação

Expectativa é que mais de 100 mil turistas estendam diárias para regiões a até três horas de distância da capital

Por Redação JS em 02/08/2016 06h50
Faltando apenas 4 dias para o início dos Jogos Olímpicos a média de quartos de hotéis já reservados no interior está em 84% e alguns municípios ultrapassam os 95%. A expectativa da Secretaria de Estado de Turismo é que 20% dos 540 mil turistas aguardados na capital no período das competições conheçam cidades de fora do eixo metropolitano.

Serra e litoral empatam na preferência dos turistas que buscam o interior. Enquanto Petrópolis e a região das Agulhas Negras registram 95%, Búzios e Paraty, marcam porcentual igual. Cantagalo, município localizado na região turística de Caminhos da Serra emplaca 100%. Conhecida pela tradição no comércio de chapéus de palha a cidade tem diversas opções de passeios culturais e religiosos, além de um clima agradável, com ambiente verde e tranquilo.

Para Nilo Sergio Felix, secretário de estado de Turismo do Rio de Janeiro, as taxas evidenciam que as cidades do interior fluminense estão despontando, cada vez mais, como opções de viagens não apenas dos cariocas, mas também de turistas internacionais.

- Estamos acompanhando as reservas feitas na hotelaria do interior. Acreditamos que cerca de 20% dos 540 mil turistas esperados para o período olímpico deverão visitar o interior. Isso significa mais de cem mil pessoas, circulando pelas cidades, movimentando a economia e gerando empregos e renda para a população.



O projeto Rio+3, que tem como foco a divulgação das cidades localizadas a até três horas de distância da Capital, vem sendo amplamente trabalhado, desde agosto do ano passado, em eventos nacionais e internacionais nos quais a Setur-RJ esteve presente. Segundo Nilo Sergio a campanha segue a tendência mundial de turismo de curta distância.

- O Estado do Rio de Janeiro é privilegiado por ter cidades bem próximas da Capital prontas para receber grande fluxo de turistas. Esses municípios tem infraestrutura completa para oferecer uma estadia confortável e atrativos belíssimos, capazes de agradar tanto os apreciadores do clima de montanha, quanto aos que preferem a proximidade com o mar.

A pesquisa, realizada pela ABIH- RJ - Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, aponta, ainda, as taxas e, Cabo Frio (70%), Angra dos Reis (95%). Arraial do Cabo (75%) e Teresópolis (90%).

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Infarto - Editorial JS