Pastor de Iguaba Grande é acusado de abusar da própria filha de três anos

Crime teria acontecido na noite de Réveillon. Ele está foragido

Por Redação JS em 09/01/2018 09h45
Leandro Marinho, pastor da Comunidade Evangélica Restaurando Aliança, em Iguaba Grande, é acusado de abusar sexualmente da própria filha, de apenas três anos de idade. 

O crime teria acontecido na noite de réveillon, enquanto a menina passou a festividade na casa do pai, que é separado da mãe. A mãe percebeu o ocorrido quando a criança reclamou de ardência nas partes íntimas. Ao levar a menina para fazer exames, foi constatado abuso sexual. 

A polícia já está investigando o caso e o delegado pediu a prisão do acusado, que segundo familiares, está foragido. 

Nas redes sociais, a população pede justiça. 





Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política