Pezão tem alta hospitalar

"A quimioterapia é muito forte, debilita muito o organismo. Saio do hospital otimista, mas sei que ainda tenho pelo menos mais três ciclos de quimio pela frente. Vou para casa, descansar e me preparar para a quarta etapa do tratamento", disse o governador

Por em 20/05/2016 13h07
Depois de sete dias de internação, o governador Luiz Fernando Pezão teve alta nesta sexta-feira (20/5) do Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo. De acordo com a equipe médica, o governador apresentou melhora no tratamento de um linfoma não-Hodgkin, além de ter o quadro infeccioso debelado.

- Estou bem, mas ainda me sentindo fraco. A quimioterapia é muito forte, debilita muito o organismo. Saio do hospital otimista, mas sei que ainda tenho pelo menos mais três ciclos de quimio pela frente. Vou para casa, descansar e me preparar para a quarta etapa do tratamento. Agradeço pelo carinho que tenho recebido por meio de cartas e mensagens da população – afirmou o governador.

O oncologista Daniel Tabak, que assiste Pezão, confirmou a melhora do seu estado de saúde.

- O exame realizado nesta quinta-feira mostrou que o governador não tem evidência do linfoma. Isso não quer dizer que ele esteja curado, mas que respondeu precocemente ao tratamento com quimioterapia. Afinal, foram apenas três ciclos realizados até agora. A boa resposta ao tratamento não modifica a previsão inicial, que é um total de oito ciclos - ressaltou o médico.

Tabak explicou, ainda, que a avaliação é intermediária e, por esse motivo, o tratamento previsto inicialmente não será alterado. Pezão será submetido a, pelo menos, seis ciclos de quimioterapia. Depois disso, passará por nova avaliação, que poderá confirmar a necessidade de outros ciclos.

Pezão foi internado, no último sábado, com gastroenterite e febre. O governador está de licença do cargo até o próximo dia 30 de julho.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes Dupla vascaína
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Alvo humano