Polícia Ambiental reprime desmatamento na Peró, em Cabo Frio

Foram presos em flagrante Michael Bento Medeiros, de 37 anos, e Aldeir Portugal dos Santos, de 43 anos

Por em 14/11/2017 10h52
O desmatamento de árvores nativas da Área de Proteção Ambiental do Pau-Brasil (APA), no Peró, em Cabo Frio, foi paralisado, na manhã de domingo, por agentes da Unidade de Policiamento Ambiental da Costa do Sol (UPAM). Duas pessoas presas e denunciaram o responsável pela ordem de supressão da mata, que não foi localizado.

A operação foi determinada pelo comandante do Policiamento Ambiental, coronel Mário Fernandes. O desmatamento estava acontecendo na Rua dos Badejos, que separa a zona urbana do Peró da APA, no local onde seria construído o Club Med. O local também sobre com o despejo irregular de lixo e queimadas.

Foram presos em flagrante Michael Bento Medeiros, de 37 anos, e Aldeir Portugal dos Santos, de 43 anos. Eles informaram, na delegacia, que foram contratados por um morador conhecido como Cláudio, que não estava no local. Os agentes apreenderam uma foice, enxada e um facão. Os presos pagaram fiança, foram liberados, mas vão responder inquérito por crime ambiental. O contratante também foi indiciado.

No início da semana, a UPAM da Costa do Sol também autuou os responsáveis pela derrubada de coqueiros em área urbana, na Avenida dos Pescadores, em frente ao Shopping do Peró. O caso é de responsabilidade da Coordenadoria do Meio Ambiente. A assessoria de imprensa da Prefeitura, contudo, não informou quais as providências adotadas para punir os infratores.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Feminicídio - Editorial JS