Prefeito assume a presidência do PMDB em Búzios

André Granado pretende trabalhar o fortalecimento do partido no município

Por em 19/10/2015 14h51
O prefeito de Armação dos Búzios, André Granado, assumiu a presidência do diretório municipal do PMBD. O objetivo é fortalecer a sigla no município, visando as eleições do ano que vem. Granado não teve escolha, a não ser acatar a determinação do partido. Desta forma, assim como os prefeitos de São Pedro da Aldeia, Cláudio Chumbinho, e de Araruama, Miguel Jeovani, ficou com a presidência do diretório. O vice, na nova executiva municipal é Marcos Martins. Segundo ele, André tem o aval de Jorge e Leonardo Picciani. "Não houve divisão no PMDB em Búzios. Estamos com André em união. É bom deixar claro que o PMDB não participa do governo. 

O prefeito se filiou ao partido sem nenhuma discussão sobre cargos. Nosso trabalho está focado em 2016", disse Marcos Martins. Muito se especulou sobre a presidência do PMDB. Nos bastidores, circulou a possibilidade de Cláudia Carrilho assumir a presidência do partido. Versão descartada pelo vice-presidente da sigla em Búzios. "Ela foi convidada para se filiar ao partido e assumir o PMDB Mulher. Mas isso não aconteceu. Além disso, 03 - GERAL JORNAL DE SÁBADO SÁBADO, 17 DE OUTUBRO DE 2015 Contas de Cabo Frio são bloqueadas Funcionários, incluindo o restante de contratados e comissionados, devem receber até a próxima terça-feira A Prefeitura Municipal de Cabo Frio teve as suas contas bloqueadas, na última quinta-feira, dia 15, sendo, assim, impedida de realizar qualquer transição financeira, o que irá dificultar mais ainda o pagamento dos funcionários. Os salários dos servidores contratados do setor de Saúde foram pagos na última sexta, dia 16. Os demais funcionários, incluindo o restante de contratados e comissionados, devem receber até a próxima terça-feira (20). De acordo com nota divulgada pela prefeitura, o bloqueio foi por causa de dívidas transformadas em precatórias e não por dívidas do atual governo. "A justiça bloqueou R$8 milhões (oito milhões de reais) das nossas contas, impedindo o Governo de efetuar esses pagamentos aos nossos funcionários Nos últimos 30 anos, a prefeitura foi contraindo uma série de dívidas. Quem não conseguiu receber, entrou na justiça, e os processos rodaram por todas as instâncias. 

Agora, a justiça decidiu transformar em precatório, e aí, o município é obrigado a pagar. Quando não consegue, tem suas contas bloqueadas, e foi o que aconteceu com Cabo Frio. O município tem R$ 80 milhões de dívidas de precatórios, contraídas nessas últimas décadas, e a prefeitura teve 10% desse valor bloqueado. Não podemos titubear, temos que continuar acreditando, continuar trabalhando, para enfrentar essa tempestade que já se transformou em um Tsunami que veio varrendo tudo", disse o prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa. Prefeitura anuncia cortes Logo depois de anunciar o bloqueio, em reunião com quiosqueiros e donos de box de peixes e da feira de artesanato, Alair Corrêa anunciou que todos terão que pagar luz elétrica. De acordo com dados da Prefeitura são cerca de 250 quiosques da orla, quiosques em praças, box de artesanato e banca de peixe, que terão a rede elétrica normalizada. O Superintendente de Postura Wilson Lobato afirmou que os gastos para regularizar a situação são de responsabilidade dos permissionários da concessão. "Desde o governo passado, a cidade fez a concessão da energia, porque o município era rico. Eu mesmo não me opus a isso, mas agora, os tempos são outros. A partir do próximo mês, os donos de box na feirinha da Praça da Cidadania, quiosqueiros e bancas de peixe terão que pagar pela energia que consumir", decretou Alair. Alair afirmou também que acabou com as coordenadorias e subprefeituras. "Tivemos que tomar uma medida drástica, que espero que seja a última. Acabamos com todas as coordenadorias e subprefeituras. 

Em outubro, todos os comissionados terão uma redução de 20% no salário. Temporariamente, deixamos de ser uma cidade muito rica e nos tornamos uma cidade pobre. Para se ter uma ideia, a Prefeitura de Cabo Frio tem dois pagamentos da Petrobras, um é mensal e outro trimestral. O repasse mensal era de R$ 18 milhões e caiu para R$ 7,5 milhões, agora está em R$ 9,5 milhões. Isso representa menos R$ 120 milhões em nossos cofres por ano. No repasse trimestral, que é referente a produção bruta do petróleo, a situação ficou calamitosa. Antes, recebíamos R$ 40 milhões. No trimestre passado, recebemos R$ 5 milhões e, nesse semestre, foram R$ 6 milhões. Não existe matemático ou economista capaz de administrar uma cidade com uma estrutura grande igual a nossa com uma queda de arrecadação tão acentuada", disse. Para finalizar, Alair disse que nada o derruba. "Não paro. Nada me derruba, apesar de me entristecer muito", disse Alair.

Até o fechamento dessa edição, não foi divulgada nenhuma nota sobre o desbloqueio das contas da prefeitura. “Temos que continuar acreditando, continuar trabalhando, para enfrentar essa tempestade que já se transformou em um Tsunami que veio varrendo tudo", disse o prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa. a executiva do partido exige que o filiado com mandato assuma a presidência do diretório", contou  Martins. "A presidência do diretório não estava nos meus planos.

Mas, como foi uma determinação do partido, não vou fugir dessa
responsabilidade", disse o prefeito.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Corrupção sem fim!