Prefeitura de Cabo Frio alerta para obrigatoriedade da credencial de estacionamento para idosos

Em um ano foram emitidas cerca de 1400 documentos

Por em 06/12/2017 19h42
A Prefeitura de Cabo Frio segue fazendo o credenciamento de estacionamento exclusivo para pessoas com idade a partir dos 60 anos. A utilização da credencial é obrigatória para vagas destinadas a idosos, e é feita na sede da Coordenadoria-Geral da Pessoa Idosa, em São Cristóvão, através de parceria com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, obedecendo à Resolução do CONTRAN nº 303/2008. 

O Coordenador-Geral da Pessoa Idosa, Eduardo Kita, explica como funciona o sistema de credenciamento. "Todo idoso com idade igual ou superior a 60  anos pode requerer o cartão. Somente este ano foram emitidas cerca de 1.350 credenciais, incluindo os moradores de Tamoios". 

Para dar entrada no pedido do documento, o requerente deve apresentar os seguintes documentos, com cópias, e em nome do idoso: comprovante de residência do município de Cabo Frio; identidade; CPF; uma foto 3 x 4; carteira nacional de habilitação e certificado de registro do veículo mais utilizado. A apresentação da mesma documentação é requerida para o condutor do veículo, caso o idoso não seja habilitado ou condutor. 

Eduardo Kita destaca ainda que o uso indevido da credencial, ou sua ausência no veículo que ocupa a vaga especial em estacionamento público ou privado, sujeita o condutor às penalidades da Lei. "A credencial só é válida quando o idoso estiver presente no veículo", destacou Kita. 

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone da Coordenadoria Geral da Pessoa Idosa, que está subordinada à Secretaria Municipal de Assistência Social: (22) 2645-1071, ou pessoalmente na Avenida Teixeira e Souza, 2228, em São Cristóvão (próximo ao trevo com a Avenida Joaquim Nogueira).


Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Infarto - Editorial JS