Prefeitura de Cabo Frio promove primeira etapa de fórum de debates sobre resíduos sólidos

De acordo com dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), em 2012, dos 64 milhões de toneladas de resíduos produzidos pela população, 24 milhões (37,5%) foram enviados para destinos inadequados.

Por Rosália Moreira em 27/10/2015 15h39
A Prefeitura de Cabo Frio realizou nessa segunda-feira (26/10), no auditório da Prefeitura, o primeiro fórum de resíduos sólidos do município, com intuito de chamar a sociedade para a participação nas políticas ambientais, prevista pela Lei Nº 12.3051, de 2 de agosto de 2010, que trata sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

 

De acordo com dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), em 2012, dos 64 milhões de toneladas de resíduos produzidos pela população, 24 milhões (37,5%) foram enviados para destinos inadequados.

 

A coordenação do Fórum é da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA), e contou com a presença dos donos de restaurantes da Orla do Forte e do Boulevard Canal, além do assessor do secretário do Meio Ambiente de Rio das Ostras, Antonio Leite, que falou sobre o sucesso das medidas que foram adotadas naquele município.

 

A proposta é para que os comerciantes tenham um prazo de 15 dias para se adequar às normas de fiscalizações. Serão distribuídos folhetos explicativos para todos os comerciantes, com instruções de como proceder no manuseio dos resíduos e horários para serem coletados pelo poder público.

 

Segundo o secretário de Meio Ambiente, Jailton Dias Nogueira Júnior, é necessária a união de todos, pois o descarte inadequado de lixo é prejudicial à saúde pública e danoso ao meio ambiente.

 

- Precisamos nos adequar. Vamos buscar soluções, inicialmente vamos propor o uso de bombonas. O lixo deve ser ensacado e colocado nos horários certos das coletas. Precisamos fazer um trabalho conjunto com todos comerciantes e com a população – disse Jailton.

 

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente é responsável pela execução da política municipal do meio ambiente e dos recursos hídricos, preservação, conservação e utilização sustentável de ecossistemas.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Violência desenfreada