Prefeitura de Iguaba Grande reafirma luta contra as drogas

Novo Projeto busca auxiliar famílias que lidam com os problemas causados pelas drogas

Por Ascom Iguaba em 24/11/2015 12h16

A Prefeitura de Iguaba Grande, através da Secretaria de Trabalho e Ação Social, realizou nesta última quinta, dia 19 de novembro, o lançamento da campanha antidrogas “Viva Consciente”. O evento foi direcionado a lideranças do município e contou com uma manhã de debates e reflexões sobre o tema que busca promover ações para diminuir o número de jovens usuários de drogas na cidade.

Foram distribuídos na reunião folhetos contendo instruções do que são as drogas e todos os seus malefícios, e também como os pais devem lidar quando descobrem que seus filhos já tiveram contato com as drogas ilícitas.

“Esta reunião é um ponta pé inicial, queremos trabalhar fortemente em cima dessa questão e servir de apoio para estas famílias e os jovens que estão envolvidos com as drogas e com o tráfico, mas não conseguem e não possuem forças para sair, com isso, através de alguns órgãos do município construiremos uma fortaleza para juntos acabarmos ou minimizarmos ao máximo esta situação que está cada vez mais crescente em todos os lugares do Brasil”. Enfatizou o Coordenador do Projeto Viva Consciente, Juarez Costa de Paula.

“Acreditamos que a educação e o estímulo a capacitação profissional é a melhor maneira de investir no jovem, para que ele não venha se interessar e se envolver com as drogas. Já estamos com uma média de aproximadamente 150 formandos nos cursos técnicos que oferecemos através do PRONATEC e SENAI, além da integração de alguns deles no Projeto Cidadão Participativo. O jovem hoje se preocupa mais com a sua colocação no mercado de trabalho e por isso fazemos a nossa parte oferecendo a eles o que tem de melhor nessa área”. Declarou a Secretária de Trabalho e Ação Social do município , Nara Azeredo.

“A Prefeitura está de parabéns por essa iniciativa, poucas cidades se preocupam tanto em tentar resolver problemas específicos como esse, que muito assola as nossas famílias a ponto de acharmos que nunca haverá uma solução”. Afirmou Luciana Oliveira de Jesus, moradora do bairro de Cidade Nova.



Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Famílias destruídas