Professores ocupam Câmara de Cabo Frio e protestam contra empréstimo

Por Fonte G1 em 17/05/2016 17h05
Os profissionais da Educação de Cabo Frio ocuparam a Câmara de Vereadores nesta terça-feira, dia 17, para tentar impedir que o Projeto de Lei que dispõe sobre o empréstimo no valor de R$ 200 milhões entre a Prefeitura e o Banco do Brasil entre em pauta.

Alguns professores acamparam em frente à Câmara na noite desta segunda, dia 16,  e madrugada de terça. 


Nesta manhã, a categoria anunciou uma paralisação de 72 horas para cobrar salários e benefícios atrasados, além de questionar a aprovação do PL. O município afirma que a adesão à paralisação não é total.

Esta é a terceira paralisação na Educação desde o início do ano letivo, que começou atrasado, no dia 4 de abril, devido à grave da categoria que durou três meses. A Prefeitura de Cabo Frio informou nesta terça-feira que não comenta sobre adesão de greve.

Procurada, a Prefeitura afirmou, por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa na manhã desta terça, que "tem empenhado todos os esforços para cumprir as datas acordadas com o Sindicato dos Profissionais da Educação, e vem cumprindo. Porém, vive uma situação de crise financeira, também enfrentada em todo o território nacional, e precisou se programar para honrar com os compromissos de pagamentos".

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Corrupção sem fim!