Retorno do atendimento do Hospital no Jardim Esperança é adiado

Hospital do Jardim Esperança está em obras após vandalismo. Unidade parou de fazer atendimentos de emergência.

Por Redação JS* em 16/05/2016 15h57

Foi adiado para o dia 1º de junho o retorno do atendimento de emergência no Hospital do Jardim Esperança, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. A unidade foi invadida e teve equipamentos destruídos no dia 22 de abril após um confronto entre traficantes no bairro. O hospital precisou passar por reformas, que deveriam ter terminado nesta segunda-feira (16).



Nesta segunda-feira, 25 dias depois da invasão, homens estavam trabalhando na recepção, na pintura do prédio e na construção de um novo acesso para as ambulâncias, ao lado da emergência. Segundo a coordenadora geral da unidade, a Prefeitura abriu um processo de licitação emergencial para uma reforma geral na unidade ao invés de fazer apenas o reparo dos danos causados pelo vandalismo.


Os pacientes que já estavam internados foram transferidos para o Hospital São José Operário e os médicos, clínicos e pediatras, e todas as equipes de saúde que atuavam na emergência foram para o Hospital Central de Emergência e do Hospital da Criança, que passaram a atender como central única de emergência no primeiro distrito.



A Secretaria Municipal de Saúde de Cabo Frio informou que estão sendo realizadas obras de infraestrutura,  instalação de câmeras de segurança,  portas de ferro e grades nas portas e janelas da unidade de saúde.  A previsão é que o hospital volte a funcionar no início de junho com apoio da polícia militar que garantiu manter policiamento na unidade de saúde 24 horas por dia.








*Matéria G1.com

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Corrupção sem fim!