Rodolfo Pedrosa afirma que quer realizar obras transformadoras em Iguaba Grande

Em entrevista, vice-prefeito fala sobre saúde, educação, crise, política, entre outros assuntos

Por Redação JS em 30/08/2016 11h37
Rodolfo Pedrosa (PR), vice-prefeito de Iguaba Grande, vai concorrer ao cargo de prefeito. Portanto, seguindo a série de entrevistas com os candidatos da Região dos Lagos, o Portal JS e a Rádio Litoral FM, entrevistaram o candidato Rodolfo Pedrosa, na manhã desta terça-feira, dia 30, que falou sobre os seus projetos, o porquê decidiu ser prefeito, qual o maior problema da cidade, economia, entre outros assuntos. Confira:

Portal JS: O fato de ser vice te deu vontade de ser candidato a prefeito?
RP – Eu acreditei no projeto da prefeita. Nós fizemos uma aliança que foi determinante para a eleição. Acreditei, assim como as 7 mil pessoas que votaram em nós, mas no decorrer do mandato fui ficando desiludido. As promessas de campanha não foram sendo compridas. Além do mais, ainda tentei colaborar. Eu sempre quis participar, fazer a diferença, fui secretário de Turismo e Esporte e Lazer e dei o meu melhor. Pedi para sair do cargo e falei “quero ser prefeito de Iguaba Grande”.  Quero ser prefeito para ter poder da caneta e realizar as obras transformadoras da cidade que como vice não consegui. Em outubro de 2015, avisei a prefeita que ia para as ruas trabalhar o meu nome. 

Portal JS: Você é filho do ex-prefeito de Iguaba Grande, como está a relação política?
RP- Essa história da política vem com meu avô, logo em seguida vem meu pai. Eu sou a terceira geração. Está no sangue. Amo a cidade, quero resgatar a autoestima da população, levar desenvolvimento e emprego. 

Portal JS: Qual seria o seu primeiro passo?
RP – Arrumar a casa. Geralmente quando nós entramos temos que montar nossa equipe, contratar com responsabilidade, pessoas qualificadas e fazer um levantamento de tudo. Tem que haver um planejamento e responsabilidade para que se possa fazer uma boa gestão.

Portal JS: Qual seria o maior problema de Iguaba Grande hoje?
RP – Difícil de enumerar, tem inúmeros problemas. É carente de infraestruturas, não temos pavimentação, 90% da cidade está na lama. Avança muito pouco nesse sentido. Vamos pavimentar a cidade sim. Outra coisa é valorizar o servidor, ele está triste, abandonado, não tem nem dia para ele receber. O poder público não tem mínima consideração com eles. 

Portal JS: Com a crise, como está a cidade?
RP – Essa historinha de renda e de crise é para governos corruptos e incompetentes. Se trabalhar com honestidade, dá para se fazer um bom trabalho. Iguaba tem um orçamento anual de quase R$100 milhões, para, aproximadamente, 25 mil habitantes. Proporcionalmente é um dos municípios mais ricos. Mas aquilo lá é uma bagunça, não trabalham o recurso com seriedade. Vamos prestigiar o comércio local, o desenvolvimento econômico do município. 

Portal JS: O que o senhor teria para Saúde no seu plano de governo?
RP – Saúde hoje é uma das maiores deficiências do governo atual. Temos alguns projetos interessantes, como o Centro de Diagnósticos e Imagens. Hoje a situação é muito complicada, os munícipes tem que se deslocar para as cidades vizinhas para fazer exames simples como mamografia e  tomografia. Precisamos ter esses exames dentro do município. Um sonho é a Casa de Parto humanizado. A população reclama também da marcação de exames, vamos criar uma central para a pessoa não madrugar na fila para marcar.


Portal JS: E a Educação?
RP- Acho que a salvação é a escola de tempo integral. Quando eu ganhei para vice-prefeito, tínhamos esse desejo que não se realizou. Eu como prefeito vou fazer. Outro sonho é a escola técnica e vamos realizar os sonhos dos nossos jovens. Vamos montar uma Lona Cultural Itinerante levando cultura e lazer. Construir novas creches para as populações mais carentes.

Portal JS: Quer fazer uma consideração final?
RP - Eu sou a renovação administrativa da cidade. Eu tenho amor pela cidade. Chega do passado, chega desse presente.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes Dupla vascaína
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Alvo humano