São Pedro da Aldeia terá Audiência Pública com a Comissão do Idoso da Alerj

Em comemoração ao mês do Idoso, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, preparou atividades com o objetivo de discutir políticas públicas e o direito do idoso

Por Luana Macêdo em 15/10/2015 12h53
Em comemoração ao mês do Idoso, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, preparou atividades com o objetivo de discutir políticas públicas e o direito do idoso. Nesta sexta-feira (16), será realizada  uma Audiência Pública promovida pela Comissão do Idoso da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), às 10h, com a presença da presidente da Comissão da Criança, Adolescente e Idoso da Alerj, Deputada Tia Ju. O evento vai acontecer na sede da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de São Pedro da Aldeia (Aciaspa), situada à Rua Glória Lobo, número 360, no Centro da cidade.

“É com grande alegria que comemoramos o mês do Idoso, essa data É fundamental para reforçar a importância da proteção a este público e podermos reavaliar a nossa atitude com relação a pessoa idosa. O mês do Idoso é uma celebração à vida”, destacou Vinícius Lavalle, Diretor de Envelhecimento Saudável e Qualidade de vida.


            O Dia Internacional do Idoso é comemorado anualmente em 1º de outubro. O dia foi instituído em 1991 pela ONU - Organização das Nações Unidas com o objetivo sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e da necessidade de proteger e cuidar a população mais idosa. Com a Lei nº 8.842, o Estado brasileiro já havia inserido a figura do idoso no âmbito da política nacional, dado que essa lei criava o Conselho Nacional do Idoso. No dia 1º de outubro de 2003, porém, foi aprovada a Lei nº 10.741, que tornou vigente o Estatuto do Idoso.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Violência desenfreada