Secretaria de Assistência Social e Diretos Humanos de São Pedro da Aldeia faz ação para marcar o Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes

A Secretaria de Assistência Social e Diretos Humanos e os Conselhos Tutelar e o dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), vão realizar nesta quarta-feira (16) uma ação para marcar o dia 18 de maio, data em que se celebra nacionalmente o Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes. Durante o desfile cívico as instituições estarão distribuindo panfletos informativos e passando orientações preventivas a ameaça e a violação dos direitos.

“O desfile cívico é um evento tradicional em nossa cidade, pais e alunos estão juntos neste dia. É uma ótima oportunidade de passar para as famílias e a sociedade, informações de como prevenir, denunciar e nos ajudar a combater ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes”, falou a Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Ester Marques.

Nos panfletos constam dicas de proteção, de como denunciar, de como estabelecer um diálogo e respeitar as crianças, de como fazer uma comunicação eficaz e todas as explicações das diversas formas que ocorre a violação de direitos e como evitá-la. O material deixa claro, que através do número 100, todos podem fazer, de forma anônima, uma denúncia de suspeita ou de confirmação de algum caso de abuso e exploração.

“Queremos deixar nossa população bem informada. Podemos salvar vidas se tivermos conhecimento de como agir, como evitar, como denunciar e como prevenir o abuso e à exploração infantil e juvenil. É dever da família, da sociedade e da comunidade prevenir a ocorrência de ameaça ou violação de direitos das crianças e do adolescente”, disse a Presidente do CMDCA, Luciana Oliveira.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é celebrado anualmente em 18 de maio. A escolha desta data é em memória do “Caso Araceli”, um crime que chocou o país na época. Araceli Crespo era uma menina de apenas 8 anos de idade, que foi violada e violentamente assassinada em 18 de maio de 1973. Este crime, apesar de hediondo, ainda segue impune. O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído oficialmente no Brasil no ano 2000.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here