Secretaria de Saúde de Cabo Frio confirma morte por Guillain-Barré

Ricardo ficou cerca de 3 meses internado na UTI do Hospital Santa Izabel, mas não resistiu.

Por Redação JS* em 22/04/2016 19h41

A Secretaria de Saúde de Cabo Frio confirmou nesta sexta-feira (22), que a morte do professor Ricardo Christo, se deu por complicações causadas pela Síndrome de Guillain-Barré. A notícia de que a Síndrome teria sido a causa da morte foi levantada em primeira mão pelo Portal do JS.


Ricardo ficou cerca de 3 meses internado na UTI do Hospital Santa Izabel, mas não resistiu. O homem era extremamente conhecido na Região, tendo trabalhado nas prefeituras de Cabo Frio, Iguaba Grande e Búzios, além de ter sido professor no Colégio Rui Barbosa.


Em outro caso suspeito, no mês de março, Tchampull Costa, de 41 anos, faleceu após uma peregrinação que durou 7 dias e percorreu 4 hospitais da Região. Os sintomas de Tchampull também eram semelhantes à Síndrome de Guillain-Barré, porém, em sua certidão de óbito teve como causa da morte infecção generalizada, o que causou discordância na família.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Corrupção sem fim!