Segue internado rapaz que tentou salvar a jovem eletrocutada em Araruama

Gabriel estava na motocicleta na hora da tragédia

Por Redação JS em 10/02/2016 10h40

O jovem Gabriel de Almeida Alves, que acompanhava e tentou salvar Gabriela Machado Roberto, que veio a falecer na noite de domingo (07) ao ser eletrocutada por um fio de energia em Praia Seca, distrito de Araruama, continua internado no Complexo Hospitalar de Niterói, segundo os médicos, Gabriel teve 30% do corpo queimado e deverá ficar internado por mais 30 dias, para evitar infecções.  


Segundo o seu pai, Antonio Carlos Vieira Alves, com quem o Portal JS entrou em contato, Gabriel já teria passado por uma cirurgia.


O jovem de 23 anos, é casado, pai de 2 filhos, de 2 e 4 anos, morador de Campos dos Goytacazes, veio passar o Carnaval em Praia Seca, onde moram seus avós.


Ainda segundo seu pai, a Ampla não vem dando assistência a família, somente ao Gabriel.


O irmão de Gabriel, Carlos Henrique, também falou para o Portal JS, dizendo que: “O fio de energia já estava rompido desde às 16h, e o local não estava devidamente sinalizado” .

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Deus está no controle