Servidores fazem greve geral a partir da próxima segunda-feira

Os servidores públicos municipais de Cabo Frio decidiram entrar em greve geral a partir da próxima segunda-feira (30)

Por Redação JS* em 27/05/2016 16h58

Os servidores públicos municipais de Cabo Frio decidiram entrar em greve geral a partir da próxima segunda-feira (30). A concentração será às 8h em frente à sede da Prefeitura. Os trabalhadores prometem manter a paralisação até que todos os itens da pauta de reivindicações sejam atendidos. A interrupção dos serviços foi decidida na última terça (24) em assembleia realizada no Clube Progresso pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Cabo Frio (SINDICAF) e pelo Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (SindSaúde). 


Entre as reclamações da categoria estão os constantes atrasos nos pagamentos dos salários, falta de pagamento das parcelas restantes do 13º Salário de 2015 e de parcelas salariais como insalubridade, adicional noturno, produtividade, risco de vida, diária de viagem e triênio. Além disso, os trabalhadores exigem o pagamento de 1/3 de férias, falta de concessão de promoção vertical, progressão horizontal e majoração de triênios, enquadramento no Plano de Cargos Carreiras e Remuneração (PCCR), vale-transporte. Completam a lista a falta de repasse de verbas para o Programa de Assistência Médico-Hospitalar (PASMH) e indicação/eleição dos delegados sindicais na Saúde e IBASCAF.


- A greve geral irá perdurar até que todos os itens da pauta, mais o que foi incluído pela assembleia geral sejam solucionados pelo Poder Executivo, afirmou Olney Vianna, presidente do SINDICAF.


Como resultado da assembleia os servidores aprovaram propostas e um calendário de atividades da categoria. Nesta quinta-feira (26) os profissionais farão vigília em frente ao prédio da Câmara Municipal, a partir das 9h. Segundo Olney, o objetivo é "evitar qualquer tipo de surpresa quanto a uma votação relâmpago do Projeto de Lei do empréstimo de 200 milhões". Vianna afirmou ainda que está prevista uma ação judicial para anular contratação de empresas de limpeza urbana.

 

– O objetivo é mostrar a situação dos servidores municipais e o reflexo disso no comércio local, além de convocar todos para abraçarem simbolicamente o prédio da Prefeitura, finalizou.




*Matéria: Alessandro Teixeira

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Famílias destruídas