Solidão no mundo virtual

Por Vilma Matos em 20/02/2017 09h45

Hoje vamos falar de um mal que atinge um grande número de pessoas: A SOLIDÃO.


Quando se fala em solidão, algumas pessoas podem dizer, mas como? Estamos num mundo digital, hoje, ninguém esta sozinho. Isso é um grande engano, por incrível que pareça toda esta tecnologia está afastando ainda mais as pessoas. Está faltando aquele olho no olho quando conversamos; aquele abraço quando nos confraternizamos.


Isso já está ocorrendo com as crianças e seus tablets ou smartphones. Elas não brincam mais com os amiguinhos, as brincadeiras nos parques foram substituídas por jogos virtuais e, pode parecer irreal, isso acontece com eles até no mesmo recinto. O mesmo acontece com os adolescentes: as conversas virtuais se tornaram “points”.


Em algum momento as pessoas vão sentir falta de um abraço, de um olhar de carinho e até mesmo de reprovação, de um simples aperto de mão. Neste momento de questionamento irá aparecer a solidão; a necessidade de alguém físico ao seu lado. Neste momento vem a ansiedade, a depressão e os problemas psicológicos. O carinho humano não pode ser substituído pela tecnologia e a carência afetiva não é deletada por uma simples tecla.

 

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Violência desenfreada