“Todos os projetos sociais do Chiquinho serão restaurados”, afirma Lívia de Chiquinho

Esposa do ex-prefeito é candidata a Prefeitura de Araruama. Confira seus projetos:

Por Redação JS em 12/09/2016 18h07

A candidata a prefeitura de Araruama, Lívia de Chiquinho, do PDT, foi entrevistada pelo Portal JS e Rádio Litoral FM, nesta segunda-feira, dia 12. Confira as propostas da esposa do ex-prefeito, Chiquinho da Educação.

JS – Qual o seu primeiro ato, caso assuma a prefeitura?
LC – Nós tivemos outros candidatos aqui falando que iam fazer e acontecer, quero saber: da onde vai sair esse recurso?  Então, o meu primeiro ato vai ser diminuir drasticamente o quadro do nosso funcionalismo de cargos comissionados. Vamos diminuir de 700 cargos comissionados para 212, diminuir de 26 secretarias para 12. Isso logo no início do governo, para ter uma noção só diminuindo vamos ter uma economia de R$ 1 milhão e 600 mil por mês. Só com essa economia vamos conseguir fazer tudo que está em nosso Plano de Governo.

JS – O que tem no seu governo para a Saúde Pública?
LC – A Saúde Pública é a minha principal bandeira. Assim como Chiquinho fez pela Educação, eu vou fazer agora pela Saúde Pública. Eu não descansarei enquanto não fizer da Saúde de Araruama uma referência. Esse é o meu compromisso. A nossa Saúde é toda centralizada, quem mora longe tem que se deslocar até o PAM e o meu projeto é descentralizar a Saúde. Vou dividir Araruama em micro regional, onde terá o médico de família, fisioterapeuta, técnico de enfermagem, enfermeira chefe e dentista. Sendo que, se ele precisar de qualquer outro especialista, ele já vai sair dali com a sua marcação. Vai acabar com aquela obrigação de ir para fila do PAM e ficar lá horas e horas. A Saúde é de fato o que o povo está precisando. Serão 21 farmácias nos bairros, o cidadão precisou de um remédio e terá lá gratuito. Teremos um Centro de Referência a Ortopedia. O nosso Pronto-Socorro foi criminalmente fechado pelo André Mônica, vou reabrir em até 120 dias. Assumo compromisso de abrir a Maternidade também em até 120 dias. 

JS – E os planos para a Educação?
LC – Tenho o marido Chiquinho da Educação, que fez uma Educação de referência. Meu compromisso é resgatar essa Educação que foi feita no governo dele. Chiquinho da Educação ficará de frente.

JS – Hoje em dia sabemos que as mães precisam trabalhar e necessitam das creches. E onde ficam as crianças?
LC – Eu não vou permitir nenhuma criança fora da creche. Vou intensificar o Projeto Casa Creche, onde você pode buscar seu filho até às 20h. E vamos construir creches em bairros também. E vamos ter a creche 24h, no Centro. Muitas mulheres trabalham a noite.

JS – Transporte.
LC – Na área rural, temos um sistema de transporte precário. Estou trazendo um projeto do ônibus a preço popular de R$ 1. Vai ser o ônibus do município. Ele vai circular de 5h as 00h. O transporte alternativo, eu  vou dar autorização para que eles possam trabalhar dignamente, através de cooperativas. 

JS – Turismo.
LC – Araruama é muito rica, temos história indígena, nossas salinas, uma laguna. Temos que explorar isso. Vamos fazer o Museu do Sal, em Praia Seca. Teremos aula de artesanato toda em cima do sal. Vamos restaurar os galpões. Vamos investir nas urbanizações das praias. Além, é claro, do Turismo Rural, vou incentivar muito o homem do campo. Vamos inserir a Gastronomia Rural. Todos os projetos sociais do Chiquinho serão restaurados, mas vou trazer projetos novos. 

JS – Gostaria de fazer considerações finais?
LC – Eu sei que muitos estão tristes com a política, desanimados, mas não desanimem, não vamos cruzar os braços. Porque a política é necessária para todos. 

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Famílias destruídas