Tudo sobre a Região dos Lagos

Por em 01/12/2015 16h22

Cuidado


Em Niterói teve fila de quarteirões para tentar uma vaga para emprego. E tem gente que não valoriza o que tem. Estão sempre cansados e reclamando. Larga, dá a vaga e vai sentir a falta no final do mês.


Ufa


Graças a Deus, a tampa do bueiro foi consertada. Era dia e noite aquele barulho horrível. E já tinha a mais de um mês. Estava sendo deposito de lixo. Obrigado.


Gente boa


Problemas com seu celular? A Debora, o Raphael e o Glenio são feras nisso. Ficam ali no começo da Casemiro de Abreu, 25. É a Informania.


Exagero


Um único apostador da Mega Sena, jogou 95 mil reais em 15 mil jogos. Acho loucura. É bom, é divertido, estar no meio das apostas, ter a expectativa, mas jogar pouco, aí perdendo, nem se sente. Como meio de diversão, só isso. E é divertido ouvir nas filhas as previsões e o que fariam ganhando. E até política discutem. Alguns que jogam acham que tem mutreta de políticos nos sorteios, mas jogam.


Educação e cultura


Acontece em Búzios, dia 30/11, o 1º encontro cultural através da secretaria de educação e cultura, com a temática “Poesias, teatro, dança e versos, histórias e movimentos”. O evento será no Cine Teatro, da Rasa. Muito bom.


Literarte


E Araruama recebe Literarte. Será de 1 a 22 de dezembro, no calçadão cultural Dr. Fábio Freitas. Na ocasião, a ABL estará realizando a sua tradicional Feira do Livro. Vale visitar.


Uma Graça


A mania ou vicio, sei lá, é enviar via e-mail, avisos, convites, etc. Depois ficam aborrecidos porque não vamos. Mas já avisei várias vezes pelo jornal “escrito” que não uso o tal do computador. Não gosto mesmo! Tenho Ipod, Ipad, computador, smartphone, porque é meu filho que ainda insiste. E adoro o meu pequeno e antiguinho Samsung. Agora, como me roubaram o 2º, estou “tentando” usar o smart. O chip é o mesmo da vivo, (22) 99937-9476. Gosto de tudo mais simples, mais fácil. E minha mão e o braço funcionam após o acidente. Porque insisti escrevendo por horas, as folhas oficio. Não parava e ela funciona. Faço a coluna em casa e os queridos meninos do jornal, Matheus e Gustavo é que digitam e diagramam lá. Tá explicado?


Mariana


Pensando na catástrofe de Mariana, cidades vizinhas e Espirito Santo, sinto que nada pagará ou apagará de suas vidas, o que viram e sentiram. Ao mesmo tempo, lembro-me sempre das comunidades e morros super carentes daqui. Como conhecia pessoas evangélicas que oravam nesses lugares, eles faziam o favor de levar sempre sacolas que eu enviava com roupas e objetos. Eles não tem nada mesmo. Nem comparo com a tragédia de lá de Minas, mas é horrível também. Penso eu, que o governo de Minas e do Espirito Santo deveriam se aliar aos fazendeiros, criadores de gado, grandes empresários e com certeza iriam aliviar um pouco a situação da população. E os proprietários da empresa, deveriam sim dar casa, água e comida com certeza. Pedir ao povo que já não tem quase nada, não resolve. É trocar 6 por meia dúzia. Onde estão essas pessoas abastadas e os governantes?

 

Canto da Casa


A boa pedida para o final de semana é o Canto da Casa, no final do Boulevard Canal. Boa comida e boa música. Um abraço a Penha.

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes O espírito da 10 de Zico
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Outubro Rosa