Vereadores barram abertura de processo de cassação contra Miguel Jeovani

Os taxistas saíram revoltados e prometem recorrerem a justiça comum contra o ato do prefeito

Por Redação JS em 20/05/2016 09h38

Na última segunda-feira (16), o munícipe Almiro Quirino de Almeida deu entrada no Ministério Publico, no Rio de Janeiro, com uma denuncia contra o prefeito Miguel Jeovani por cessão de direitos de Licenciamento de Taxi em benefícios irregulares.


Na terça-feira (17), Miro, como é popularmente conhecido, protocolou na Câmara dos Vereadores a denuncia contra o prefeito, sobre a concessão de autonomia de táxi.



Nesta quinta (19),  a Câmara foi tomada pelo grande números de taxistas que tinham a expectativa de que o pedido fosse aprovado.


Colocado em votação, foi rejeitado por ampla maioria. Somente os vereadores: Zé Antonio (PSDB), Zezinho (PSD), Marcelo Amaral (PRB) e Roni Rossi (PTdoB) votaram a favor do prosseguimento do processo.



Os taxistas saíram revoltados e prometem recorrer a justiça comum contra o ato do prefeito

 

Colunistas

Suely Pedrosa - Social Tudo sobre a Região dos Lagos
Ricardo Sanchez - Esportes Dupla vascaína
Ademilton Ferreira - Política Os bastidores da política
Vilma Matos - Editorial Alvo humano