O SOMBRA: Tudo sobre a política da Região dos Lagos nesta quarta-feira, dia 05

Investimento na gastronomia; Desfile cívico; Falta 1; Assumiu a cadeira; Virou as costas; Briga com o Sepe.

Arraial do Cabo

Arraial do Cabo também vai investir na gastronomia. A prefeitura cabista anunciou a realização do 1º Festival Internacional do município, entre os dias 6 e 23 de dezembro. O festival vai ser realizado através de parceria público-privada e tem como principal objetivo fomentar a culinária cabista e o turismo gastronômico.

Araruama

Araruama promove desfile cívico a partir das nove da manhã, desta sexta-feira, Dia da Independência, na Avenida Brasil. O desfile vai reunir escolas municipais, estaduais e particulares, Marinha do Brasil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e entidades filantrópicas.

Iguaba Grande

A Justiça deferiu a candidatura de três dos quatro candidatos a prefeito de Iguaba Grande para a eleição suplementar marcada para 28 de outubro. Jefferson do Gás (PTC), Leandro Coutinho Mattos (MDB) e Rodolfinho Pedrosa (PR) foram considerados aptos pela Justiça. A candidatura do vereador Vantoil Medeiros Martins, do PPS, ainda aguarda julgamento.

Búzios

Henrique Gomes (DEM) foi notificado pela justiça nesta terça-feira (04) e assumiu a cadeira de prefeito. Os advogados do prefeito já estão recorrendo.

Cabo Frio

Adriano Moreno (REDE) deu as costas para a candidata à presidência da República o seu partido, Marina Silva. Na política, segundo entendidos, não tem lugar para os ingratos. Marina esteve em Cabo Frio e deu apoio a Adriano na reta final da campanha. Cabo Frio em peso é testemunha. Mas Adriano agora pula nos braços de Eduardo Paes, deixando o candidato de Marina, Romário, na pista. “Romário é candidato da Rede, mas perdeu a “bola para Paes” disse um gaiato da Vila Nova. Os eleitores já começam a olhar Adriano com desconfiança e chegam compará-lo a muitos da política velha. Nas redes sociais a gritaria é total. E agora Moreno?

São Pedro da Aldeia

A direção do SEPE de São Pedro Aldeia ameaçou em nota divulgada, nesta terça-feira, numa rede social, não repor os dias parados de greve diante do corte do ponto. A direção do sindicato lembra que os alunos serão prejudicados e os diários de classe não serão fechados. Sindicalistas classificaram a decisão de arbitrária e ilegal. O novo impasse entre sindicato e governo é mais um problema para o novo secretário de Educação do Município, Alessandro Teixeira solucionar assim que assumir o cargo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here