O SOMBRA: Tudo sobre a política da Região dos Lagos nesta sexta-feira, dia 05

Araruama

A polêmica das aulas presenciais no município de Araruama, segundo alguns servidores, está só começando. A prefeita quer que as aulas voltem no município já na próxima segunda-feira (8). Só que em assembleia virtual realizada na última quarta-feira (3) foi decidido uma “greve pela vida”, por causa da pandemia da Covid-19. E agora?

Iguaba Grande

O assunto mais comentado em Iguaba Grande nesta semana foi o luxuoso gabinete do vereador Junior Bombeiro, o “JB”. Na câmara dizem que é o espaço mais frequentado da casa legislativa. Além da beleza do gabinete, ainda tem água gelada, café e biscoito. Sem contar com a simpatia do vereador. O moço tá podendo!

Búzios

O prefeito de Búzios, Alexandre Martins, tem sido visto direto na ruas da cidade. Na Praça Santos Dumont, o que se fala que é que Alexandre quer ser o “prefeito das ruas”. Melhor assim.

São Pedro da Aldeia

A prefeitura aldeense informou que em função do Decreto em vigor, de número 027, que estabelece restrições para conter a pandemia da Covid-19, não haverá programação festiva durante a semana do carnaval. Quer dizer, não adianta forçar, já que todas as medidas estão sendo tomadas para não ter “engraçadinhos” na avenida, em clima de festa de Momo.

Arraial do Cabo

A prefeitura de Arraial do Cabo recebeu nesta quarta-feira (3), da secretaria de Saúde do Estado, mais 380 doses da Coronavac. Como tem acontecido em vários municípios do Brasil, serão vacinados os profissionais da saúde do município, que atuam na linha de frente no combate à pandemia, e que já tomaram a primeira dose. O município já recebeu mais de mil doses da vacina, cerca de 700 da Coronavac e pouco mais de 300 da AstraZeneca.

Cabo Frio

O início do governo do prefeito José Bonifácio (PDT) não foi dos mais dos mais tranquilos, como se esperava, mas agora com 35 dias já dá para perceber que as coisas começam a se assentar. Parece que o Zé ouviu seus colaboradores e começou a pagar os servidores, até porque a dívida é do município e não de prefeito ou prefeitos. Com essa atitude, houve calmaria na capital da Região dos Lagos. Se pagar todo mundo, até o SEPE vai deixar de “mirar” no executivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here