Opções culturais em Cabo Frio incluem artes-plásticas e fotografia

Três exposições que trazem pintura, desenho e fotografia estão em cartaz em Cabo Frio na segunda quinzena de janeiro. A arte pode ser apreciada no Espaço Cultural Torres do Cabo, na Praia do Forte; na Casa de Cultura José de Dome, o Charitas, e no Museu de Arte Religiosa e Tradicional (Mart), o Convento.

Na rota de quem chega ou sai da praia, está o Espaço Cultural Torres do Cabo, na Rua 13 de Novembro. A exposição “Chico Dias: bico de pena cabo-friense” está no local desde o dia 11 de janeiro e fica aberta das 19h às 22h, de quarta-feira a sábado. Na ocasião da abertura, o gestor do Espaço Cultural, Carlos Alberto Lima, comentou sobre a importância de preservar a história através da arte. “É melhor preservar do que resgatar. Não podemos deixar tudo se acabar para depois tentar reviver aquilo. Preservar é um dos caminhos para mantermos a história da nossa cidade viva”.

Já no Charitas, situado na Avenida Assunção, o artista plástico Marcel W. Alves expõe as telas que mostram um pouco de seu olhar nitidamente inspirado em diversos artistas mundiais como Salvador Dali. A Casa de Cultura também conta com salas de exposições permanentes com acervos dos artistas de José de Dome, Tiita Machado, Jean Guilaume, Chico Tabibuia, entre outros. O espaço fica aberto de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e das 14h às 20h aos sábados, domingos e feriados.

No Museu de Arte Religiosa e Tradicional (Mart), no Largo Santo Antônio, a exposição fotográfica “Terra de Quilombo, Retrato de uma Etnia”, de Ricardo Alves, foi prorrogada até o dia 30 de março. O Museu está aberto à visitação pública de terça a sexta-feira, das 10h às 17h; aos sábados e feriados, das 14h às 18h e a entrada é gratuita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here