Parentes de radialista morto em Cabo Frio vão a apartamento com escolta policial e encontram imóvel saqueado

Com a ajuda de uma escolta policial os parentes do radialista morto a tiros, Carlos Antônio Campos Fróes, de 53 anos, encontraram, nesta terça-feira (20), o apartamento dele saqueado, no conjunto habitacional Minha Casa Minha Vida, no bairro Jardim Esperança, em Cabo Frio.

Carlos, conhecido como Tony Fróes, foi encontrado morto na última sexta (16) na área de lazer do conjunto habitacional, onde também atuava como síndico de um dos blocos. Ele foi atingido por três tiros. O enterro ocorreu no domingo (18) na cidade de Itaperuna, no Norte Fluminense. Os parentes desconfiavam que o apartamento dele havia sido invadido, por isso, decidiram pedir o reforço policial para entrar na unidade.

A família fez o registro na delegacia por furto em residência.

“Levaram tudo o que tinha na casa. Só deixaram sucata, coisas quebradas”, revelou o entrevistado, que não foi identificado.

Desde a morte do radialista, o clima tá pesado no condomínio, de acordo com moradores.

Apartamento de Tony Fróes estava revirado. Parentes entraram no imóvel com a ajuda de escolta policial.

“Tem gente indo embora. O tráfico já tomou conta do local. A população está com medo”, disse outro entrevistado, sem ter a identidade revelada.

Pessoas ligadas ao radialista acreditam que ele possa ter sido morto por causa do projeto da construção de uma cerca para separar o bloco onde ele morava dos outros. O delegado responsável pelas investigações, Marcelo Maia, disse que o trabalho segue em sigilo para preservar as testemunhas do caso.

Sobre a preocupação com a segurança no local, Polícia Militar informou que vem realizando patrulhamento preventivo constante no Condomínio Minha Casa Minha Vida.

“Nos últimos três meses realizamos diversas operações policiais de combate ao tráfico de drogas e ilícitos no local que culminaram com o seguinte resultado operacional: 4 Presos, 5 Armas de fogo apreendidas, 146 buchas de maconha, 445 pinos de cocaína e 1 veículo recuperado. Auxiliamos diversas pessoas na localidade, inclusive graças a presença da polícia militar foi evitado um incêndio que poderia ter vitimado vários moradores”, disse a PM em nota.

A Polícia Militar pede que denúncias sejam feitas ao 190 ou pelo (22) 2647-0190 ou (22) 2643-0190.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here