Prefeito de Arraial do Cabo é um dos alvos de operação que investiga corrupção e fraude em licitações

Uma operação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e da Polícia Civil foi realizada na manhã desta quarta-feira, dia 29, para cumprir sete mandados de busca e apreensão em endereços em Arraial do Cabo. Um dos alvos é o prefeito Renato Vianna (Republicanos). 

Segundo o MPRJ, os mandados são contra o prefeito e integrantes de uma organização criminosa investigada por corrupção e fraudes em licitações. 

Na casa do prefeito, na rua Marechal Hermes da Fonseca, no Centro, os agentes recolheram documentos e aparelhos eletrônicos, como computadores, laptops e telefones celulares. 

Além do prefeito, foram alvos da operação Porto Franco o vereador Ayron Pinto Freixo, e os ex-servidores João Carlos Costa de Mello (vulgo “Cacau”), Carlos Roberto da Silva (conhecido como “Pica-pau”), e Adalberto Martiniano Alves Junior.

Também foram cumpridos mandados na Prefeitura e na Câmara de Vereadores de Arraial. A operação contou com o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ). 

Segundo a Prefeitura, Carlos Roberto e Adalberto não atuam no município desde 2017 e João Carlos desde 2018. Adalberto foi responsável pelo setor de licitações no ano de 2017 e João Carlos foi Secretário de Administração.

Os mandados foram cumpridos pelo MPRJ por meio da Subprocuradoria-Geral de Justiça de Assuntos Criminais e de Direitos Humanos (Subcriminal/MPRJ) e do Grupo de Atribuição Originária Criminal da Procuradoria-Geral de Justiça (Gaocrim/MPRJ). 

A Polícia Civil participou da operação por meio da Coordenadoria de Investigação de Agentes com Foro (CIAF). 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here