Prefeito de Cabo Frio sanciona lei que prevê terapia em grupo na saúde municipal

O prefeito de Cabo Frio, Dr. Adriano Moreno, sancionou a Lei 2.976, de setembro de 2018 e de autoria da vereadora Letícia Jotha, que dispõe sobre concessão de terapia em grupo para mulheres com câncer de mama na rede municipal de Saúde do município. Ainda não há estimativa de quando a lei será implantada.

Pela proposta, o Executivo poderá realizar convênios com entidades sem fins lucrativos e que atuem com o objetivo de auxiliar as pessoas que possuem a doença. Em relação aos custos para a implantação da proposta, a lei prevê ainda que os recursos saiam de “dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário”.

“É uma lei importante porque a terapia pode colaborar no processo de recuperação das mulheres, fortalecendo-as após o processo de tratamento de um câncer que sempre é difícil”, considerou o secretário de Saúde, Márcio Mureb.

De acordo com a vereadora autora, a proposta surgiu ao perceber a necessidade de apoio terapêutico às mulheres no pós-tratamento do câncer, já que o tratamento pode remover ou destruir o câncer, mas chegar ao fim do processo pode ser estressante.

“Muitas mulheres ficam deprimidas, com a autoestima abalada e o tratamento não termina quando acabam as sessões de quimioterapia ou radioterapia quando elas operam. Há ainda o acompanhamento que deve ser feito devido à preocupação de uma recidiva ou metástase. Então, a proposta da terapia é para dar suporte a essas pessoas depois que elas passam pela doença, para ajudar a superar esse momento, para elas trocarem experiências positivas umas para as outras. Nesse aspecto, a figura do psicólogo é fundamental para ajudar as mulheres a superarem esse período”, explicou a vereadora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here