Projeto da Ordem Pública de Cabo Frio visa agilizar emissão de multas e guias

Um projeto da Coordenadoria Geral de Ordem Pública (Cogep) em parceria com a Secretaria Municipal de Fazenda pode proporcionar mais agilidade na emissão de guias de pagamento de multas e das declarações de “nada consta”, na liberação de veículos apreendidos e na verificação de reincidência de apreensão.

Está em fase de teste a implementação de um sistema via fibra ótica para que os boletos de pagamento de multas e guias de recolhimento de veículos (reboque e depósito) sejam emitidos direto na Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari), que funciona na Coordenadoria.

“Com este novo processo, que está em fase de teste, poderemos emitir imediatamente esses documentos e fazer a liberação do veículo diariamente de forma rápida e fácil para o cidadão infrator. Assim, vamos atender a um anseio da população e de turistas que ficavam com seus veículos acautelados no depósito até o próximo dia útil”, afirma o coordenador de Ordem Pública, Fábio Carvalho.

Ele enumera as vantagens dessa iniciativa para o funcionamento dos serviços oferecidos pela Coordenadoria. Segundo Carvalho, no sistema de utilização de talonário de papel é demandado um tempo maior de confecção da notificação. Com a nova ferramenta, esse tempo é reduzido, assim como a incidência de erros no preenchimento. Os equipamentos são on-line, possibilitando o agente verificar se as características registradas condizem com o veículo que está sendo notificado. Em caso de divergência nas informações, os agentes adotam as devidas providências. Todos os autos podem ser fotografados, o que reduz consideravelmente os recursos.

Capacitação

Para a implementação do sistema, 15 agentes de trânsito da Guarda Municipal participaram do curso de Manuseio do Sistema de Talonários Eletrônico (Palm Top), ministrado pela empresa Declink. No treinamento, os agentes receberam orientações teóricas e práticas para utilização da nova ferramenta.

O Departamento de Trânsito da Guarda Municipal está utilizando quatro desses equipamentos, em um período de teste. E já começa a surgir resultado.

“Percebemos que essa modernização da notificação veicular com talonário eletrônico teve um reflexo positivo na autoestima dos agentes em suas atividades laborais e proporcionou uma redução no número de informações inconsistentes nos autos de infração, além de otimizar o trabalho, o que possibilita aumentar a área de cobertura por cada agente”, conclui o coordenador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here