Saquarema iniciará vacinação contra o Covid-19

A Prefeitura de Saquarema, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciará a vacinação contra o Coronavírus no município. As vacinas, que foram fabricadas pelo Instituto Butantan em parceria com a empresa chinesa Sinovac, já estão a caminho da cidade.

Saquarema receberá nesta primeira etapa 2490 doses que estão destinadas aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate ao Covid em hospitais e unidades de saúde, além de idosos que residem em asilos e unidades terapêuticas. Estas doses, segundo o Ministério da Saúde, são suficientes para imunizar o público alvo da primeira etapa do Programa Nacional de Imunização (PNI) contra o Coronavírus.

“É importante deixar claro que todas as doses são enviadas pelo Ministério da Saúde aos estados, que por sua vez, distribuem aos municípios. O Ministério calcula a quantidade de pessoas de acordo com índices que ele possui e envia as doses da vacina, sempre obedecendo aos critérios do Programa Nacional de Imunização”, afirmou o Secretário Municipal de Saúde, Dr. João Alberto Oliveira.

O Programa Nacional de Imunizações (PNI) é um sucesso do Brasil reconhecido no mundo. São mais de 300 milhões de doses anuais distribuídas em vacinas, soros e imunoglobulinas, fatos que contribuíram, por exemplo, com a erradicação da varíola e da poliomielite, além da redução dos casos e mortes derivadas do sarampo, da rubéola, do tétano, da difteria e da coqueluche. O PNI define os calendários de vacinação considerando a situação epidemiológica, o risco, a vulnerabilidade e as especificidades sociais, com orientações específicas para crianças, adolescentes, adultos, gestantes, idosos e povos indígenas.

Em Saquarema, a vacinação dos profissionais de saúde ocorrerá nas próprias unidades onde eles trabalham (hospitais e postos de Estratégia de Saúde da Família). O mesmo ocorrerá com os idosos que residem em asilos, que serão visitados pelas equipes de vacinação do município.

“A população deve ficar ciente que ninguém fora dos grupos prioritários será vacinado. Vamos seguir rigorosamente o que o PNI orienta. Os moradores não precisam ir aos postos de saúde, pois eles não terão as vacinas em estoque e não realizarão a imunização, que ficará sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Saúde”, informou a Diretora de Vigilância em Saúde do município, Ana Paula Duarte.

“Mesmo com o início da vacinação, é importante que a população mantenha os cuidados de higiene pessoal e o distanciamento social, evitando aglomerações. A vacina é uma luz no final do túnel, mas não significa que podemos relaxar. Precisamos continuar alertas para combatermos essa doença”, completou a prefeita Manoela Peres.

Contraindicações para a vacina

Mesmo com a autorização para uso emergencial das vacinas contra o Coronavírus, alguns grupos populacionais ainda não poderão ser vacinados. De acordo com dados das fabricantes das vacinas e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a maior parte da população brasileira poderá ser imunizada, com exceção de: gestantes e puérperas (que tiveram filhos recentemente); crianças e adolescentes até 18 anos; e pessoas com alergias severas.

De acordo com a ANVISA, não existem dados e pesquisas suficientes para a autorização de vacinação para estes grupos de pessoas.

Negociação da Prefeitura de Saquarema com o Butantan

Em dezembro de 2020, a Prefeitura de Saquarema sinalizou ao Instituto Butantan o interesse em adquirir 200 mil doses da vacina Coronavac. As doses seriam compradas pelo município assim que a ANVISA desse a autorização para uso no país.

Contudo, a negociação do instituto paulista com os municípios foi suspensa após o Ministério da Saúde exigir a entrega imediata das doses da Coronavac para serem distribuídas de acordo com o Programa Nacional de Imunização. Desta forma, os quase mil municípios de 11 estados brasileiros tiveram as negociações interrompidas.

“Nosso processo de compra estava fluindo de acordo com os trâmites processuais. Porém, o Ministério da Saúde requisitou todas as doses para realizar a vacinação em todo o país. Assim, ficamos impossibilitados de comprar as vacinas e o Instituto Butantan devolverá, não só a Saquarema, mas a todos os municípios, as solicitações de compra da Coronavac”, informou a Prefeita Manoela Peres.

Acompanhamento da vacinação

Para acompanhar o andamento da vacinação contra o Coronavírus em Saquarema, a população pode ficar de olho nas páginas e perfis oficiais da Prefeitura de Saquarema na internet. No Facebook ou Instagram, é só procurar por @prefeituradesaquarema para ficar por dentro das notícias e novidades no município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here