Secretaria de Saúde de São Pedro da Aldeia realiza ações em prol do Outubro Rosa

A última segunda-feira do mês foi de conscientização na sede do Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (PAISMCA). A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, promoveu uma programação especial em alusão ao movimento mundial “Outubro Rosa”. O evento ofereceu palestras e roda de conversa voltadas à conscientização e prevenção do câncer de mama, além de testes rápidos e serviços de beleza.

A secretária de Saúde, Francislene Casemiro, participou do evento e enfatizou a importância do autocuidado e da prevenção. “Nós trabalhamos com a política de prevenção e promoção da saúde e isso é o primordial. Queremos que a campanha do ‘Outubro Rosa’ continue durante todo ano e nossa meta para 2019 é de que 50% das mulheres na faixa etária de 25 a 49 anos estejam, pelo menos, com o exame de preventivo em dia. Estamos implantando a nova política voltada à saúde do trabalhador e preparando um evento voltado ao ‘Novembro Azul’, focado na política nacional da saúde do homem. Peço que a população colabore conosco para que estejamos sempre montando essa política de promoção e prevenção da saúde”, declarou.

Na oportunidade, a secretária destacou ainda que o município aldeense não possui sobrecarga em relação às consultas com médico ginecologista, obstetra e de enfermagem. Em relação à mamografia, o tempo de espera é de no máximo sete dias, enquanto os exames de preventivo são realizados em todas as unidades básicas de saúde pelo enfermeiro ou pelo médico do posto.

A programação do dia teve início com a palestra do mastologista da rede municipal de Saúde, Edson Zambrotti. O profissional abordou questões relacionadas a incidências de câncer de mama, estatísticas da doença, fatores de proteção, indicação genética, a relevância da atividade física regular e dos exames, além de oferecer orientações técnicas e enfatizar a importância do diagnóstico precoce.

Em seguida, foi a vez da palestra sobre cuidados paliativos ministrada por Catarina Guerra, que abordou o tema a partir da visão de paciente e usuário do sistema de saúde. Diagnosticada com câncer de mama metastático aos 29 anos, Catarina compartilhou sua experiência enfatizando a importância de se levar a vida com leveza, apesar do diagnóstico, e do apoio familiar. Em sua explanação, destacou ainda a existência de tratamentos paliativos em busca de uma qualidade de vida.

Participando da iniciativa pela primeira vez, a moradora do bairro Balneário das Conchas, Nilcéia do Nascimento, falou sobre a experiência. “Pela falta de tempo ou por estar muito atarefada, a gente acaba não procurando as unidades para saber dos nossos direitos. Eu, por exemplo, não trabalho fora, mas tenho um marido cadeirante que depende de mim, então às vezes dou meu tempo para ele e acabo esquecendo de mim mesma, mas decidi fazer diferente esse ano. Fico satisfeita em poder vir aqui e me relacionar. Fui recebida com um sorriso e isso também ajuda muito a gente, chegar em um lugar e ser bem recebido deixa portas abertas para a volta”, afirmou.

Após pausa para o café da manhã, a programação foi encerrada com uma roda de conversa conduzida por Quizi Klowaski. Na ocasião, a enfermeira falou sobre exames de rotina, a importância do autoexame e de conhecer o próprio corpo para prevenir doenças, dentre outros pontos. Durante o evento, também foram realizados testes rápidos de sífilis e hepatite e oferecidos serviços de beleza, como corte de cabelo e manicure. O evento contou ainda com a presença de profissionais da Secretaria de Saúde.

Moradora do bairro Rua do Fogo, Sueli Silva se mostrou bastante satisfeita com o evento. “As palestras foram muito interessantes, essa é a primeira vez que participo de um evento assim e acho muito importante essa iniciativa da Prefeitura de São Pedro da Aldeia. Tem muita gente que não conhece o assunto e mesmo assim não participa, não se informa”, comentou.

No início de outubro, a Secretaria de Saúde aldeense iniciou um levantamento do quadro de servidoras do município para a realização de exames citopatológicos do colo do útero e mamografias. Nas unidades de saúde do município também foram promovidas salas de espera com roda de conversa sobre temas relacionados à prevenção do câncer de mama, além das coletas de exames de preventivo e solicitações de mamografias com agenda extra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here