STF nega novo pedido de habeas corpus de Glaidson Acácio dos Santos

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou um novo pedido de habeas corpus feito pela defesa de Glaidson Acacio dos Santos, conhecido como “Faraó dos Bitcoins”.

A decisão  do Ministro Alexandre de Moraes foi expedida no sábado, dia 27, e publicada no Diário Oficial do STF nesta terça-feira, dia 30.

O dono da GAS Consultoria Bitcoin, empresa com sede em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, está na prisão desde agosto deste ano, quando foi preso pela Operação Kryptos, da Polícia Federal.

Glaidson é acusado de crime contra o sistema financeiro e organização criminosa e responde a 288 processos na área cível. Os dados são do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Vários dos processos pedem rescisão do contrato ou a devolução do dinheiro investido na consultora GAS, além de pedidos de indenização por danos morais. A própria consultora responde a 286 processos, todos também na área cível.

A decisão do último sábado mantém o empresário na prisão. No fim de outubro, a Justiça Feder também havia negado um pedido de soltura de Glaidson.

Na época, por 2 votos a 1, a 2ª Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) indeferiu o habeas corpus a favor do dono da G.A.S. Consultoria e Tecnologia e de Felipe Silva Novais e Michael de Souza Magno, acusados de fazerem parte do esquema ilegal de investimentos em criptomoeadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here