UI neonatal do Hospital da Mulher, em Cabo Frio, é descredenciada do SUS

A Unidade Intermediária neonatal (UI) do Hospital da Mulher, em Cabo Frio, foi descredenciada do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Cadastro Nacional de Entidades de Assistência Social (CNEAS). O anúncio foi feito pela Prefeitura numa coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira (21).

Segundo o município, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) já foi informado do descredenciamento na tarde desta segunda-feira (20), no relatório enviado ao conselho. Ainda de acordo com o município, o motivo do descredenciamento é a falta de especialistas para compor o quadro de médicos da UI e que, a partir dessa decisão, a unidade terá apenas berçários.

Ainda sobre o descredenciamento da UI, a assessoria de comunicação da Prefeitura enviou e seguinte informação:

“O Hospital Municipal da Mulher nunca teve UI e nem UTI. Por isso foi descredenciado. A nomenclatura estava errada e isto foi corrigido. Todos os bebês que precisam desse serviço entram na regulação do Estado”, disse a Prefeitura em nota.

O Hospital da Mulher foi interditado na última quinta-feira (16) pelo Cremerj após sete visitas no local, que já registrou 17 mortes de recém-nascidos entre janeiro e abril de 2019. O órgão explica que, durante as visitas, foram constatadas diversas inconformidades em setores como a Unidade Intermediária (UI) neonatal.

Ao G1, o Cremerj confirmou o recebimento do relatório da Prefeitura, que consta o aviso sobre ao descredenciamento da UI, mas não se manifestou sobre o conteúdo, que será analisado pelo órgão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here