Vice-prefeito Leandro Coutinho representa Iguaba Grande em audiência pública sobre plano de investimentos para Região dos Lagos

A Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa) realizou nesta quinta-feira, 22, em São Pedro da Aldeia, a audiência pública, que faz parte do processo regulatório da 4ª Revisão Tarifária Quinquenal da Prolagos (Concessionária de Serviços de Água e Esgoto), responsável pelo saneamento básico nos municípios de Armação de Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, São Pedro da Aldeia e Iguaba Grande.

A construção da rede separativa de esgoto foi um dos principais temas debatidos entre os participantes. O diretor-presidente da Prolagos, Sergio Braga, explicou que a empresa desenvolveu o projeto para a mudança do sistema atual, a Concessionária fez um estudo para a construção da rede separativa de esgoto em 100% da área de sua abrangência, a pedido do Consórcio: “O Consórcio considerou mais apropriado para o próximo quinquênio a construção de 500 km de rede, o que representa 25% do projeto como um todo. Dessa forma, vamos atender a mais de 50% da população. Mas para esse modelo funcionar é fundamental as pessoas aderirem ao sistema e interligar os imóveis à rede pública de esgoto. Caso contrário, o município vai investir, as redes ficarão ociosas, o esgoto in natura irá para a lagoa ou terão um tratamento de fossa, filtro e sumidouro, o que não é adequado; além de comprometer o lençol freático”, disse Sérgio.

A sugestão de aplicação dos 25% da rede separativa de esgoto para atender à solicitação do consórcio na proposta inicialmente apresentada pela concessionária representará um investimento de aproximadamente R$ 223 milhões. Para otimizar os investimentos serão consideradas as áreas que tenham estações de tratamento e elevatórias já instaladas e maior concentração de habitantes. O Vice-prefeito de Iguaba Grande, Leandro Coutinho, que, também é Presidente Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João participou da audiência pública, visando apresentar e debater as propostas de investimentos da Concessionária Prolagos para os próximos cinco anos.

“Na ocasião tive a oportunidade de cobrar a realização de obras que estavam previstas na revisão passada e não foram feitas, tais como: transposição dos efluentes das Estações de Tratamento de Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia para a área rural; mais investimento em saneamento na região, principalmente, para melhorar a qualidade ambiental da nossa lagoa, nosso maior patrimônio natural; além de cobrar ações emergenciais em alguns pontos da lagoa, como por exemplo: eclusa em Arraial do Cabo, Praia do Siqueira em Cabo Frio, Praia da Tereza em São Pedro da Aldeia e o cinturão do Rio Salgado em Iguaba Grande”, informou o Vice-prefeito.

A pedido do presidente da agência reguladora, a concessionária vai promover nos próximos dias um encontro com especialistas e representantes do consórcio e de pescadores para discutir ações para a melhora na renovação da água da Lagoa de Araruama e a consequente recuperação da enseada da Praia do Siqueira.

Para o Presidente da Agenersa, José Bismark a audiência pública, além de passar a informação sobre o abastecimento de água e o esgotamento sanitário para população é valiosa a participação de todos: “É uma oportunidade para a população colocar as suas necessidades, avaliar o que já foi feito até aqui pela concessionária, discutir os investimentos para os próximos cinco anos e estabelecer os novos limites tarifários”, disse Bismark.

As propostas apresentadas na audiência pública agora serão validadas e, ou adequadas pelo Consórcio Intermunicipal Lagos São João e pela Agenersa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here