Vigilância em Saúde Ambiental de Cabo Frio intensifica combate ao Aedes aegypti

A Secretaria de Vigilância em Saúde Ambiental de Cabo Frio intensificou, neste fim de ano, ações de combate ao Aedes aegypti. A equipe aproveita que nesse período os imóveis de veraneio estão ocupados para realizar os procedimentos de orientação e prevenção nos bairros que costumam, tradicionalmente, receber maior número de visitantes. Na última semana foram vistoriados 3.361 imóveis. 

Os agentes endêmicos percorrem todos os bairros da cidade, principalmente os que ficam próximos à mata mais densa, como Foguete, Peró e Palmeiras. Nos dois últimos também é realizada uma ação específica de monitoramento dos quiosques para evitar proliferação do mosquito. Além disso, são feitas abordagens de educação e saúde em pontos com maior concentração de turistas, como Vila Nova, Braga e Centro. 

“Como as temperaturas estão mais elevadas é importante incrementar as medidas de controle do vetor e de doenças como a dengue, chikungunya, zika e febre amarela. Dentre elas estão verificação e eliminação de água parada em pátios, calhas, ralos, além de descarte de resíduos inservíveis, entre outras”, explicou a coordenadora Andréia Nogueira.

Segundo ela, é “essencial ter olhos atentos para qualquer objeto que possa acumular água neste momento, pois a limpeza correta resulta na retirada dos ovos do inseto, que ficam aderidos nas superfícies de recipientes, como bordas de vasos. Além dos cuidados com os imóveis, é preciso adotar medidas de proteção individual como uso de repelentes”.

A coordenadora afirmou ainda que a ação é realizada em parceria com as imobiliárias da cidade para abrir as casas que permanecem fechadas. Dessa forma, é possível combater os possíveis focos do mosquito e evitar a proliferação. Denúncias também podem ser feitas pelo telefone (22) 2644-7910 ou na sede da Coordenadoria que fica na Rua Índia, nº 40 A, no bairro Jardim Caiçara.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here