Mãe de grávida e avó de criança, feridos em explosão de lancha em Cabo Frio, pede justiça

0
549

A família da mulher grávida e da criança de 4 anos, feridos após a explosão de uma lancha e Cabo Frio está pedindo por justiça. 

O neto dela está em estado grave e a filha está estável. O acidente foi na segunda-feira (17) na Ilha do Japonês e deixou outras cinco pessoas feridas, incluindo uma criança de 1 ano e meio que está em estado grave.

Em conversa, Valquíria Sampaio, que é mãe da grávida e avó do menino de 4 anos, disse que ninguém da empresa responsável pelo passeio de lancha prestou algum tipo de apoio. 

“É revoltante pra mim, como avó, mãe, saber que sofreram um acidente aqui e que a empresa da locação da lancha, ninguém se protificou a vir dar pelo menos uma palavra amiga. É ser humano. Eu sai do meu estado, as presas, sem saber se meu neto ia viver ou não, a minha filha”, disse a funcionária pública.

As vítimas são de Cariacica, no Espírito Santo, e estão na cidade desde sexta-feira (14). De acordo com um parente das vítimas, eles iam para Arraial do Cabo, pararam pra abastecer e no momento da partida, a lancha explodiu. Haviam 10 pessoas na lancha. 

Valquíria disse que situações como essa não podem acontecer em uma cidade tão bonita como Cabo Frio e que turistas a vem pra serem bem aceitos, para passar um fim de semana alegre com a família. 

“Eu to aqui revoltada por causa do meu neto, por causa da minha filha, por causa das outras pessoas que estavam juntos. Justiça. Cadê os órgãos públicos? Cadê a empresa?”, cobra a Valquíria. 

O estado de saúde da vítimas

Quatro vítimas estão internadas no Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT). De acordo com o hospital, é estável o estado de saúde das mulheres de 22 e 28 anos e da menina de 5 anos. Já o do bebê de 1 ano e 5 meses, é grave. 

No Hospital Estadual Roberto Chabo (HERC), está internado o homem de 36 anos que tem quadro de saúde estável e a criança de 4 anos que tem o estado de saúde grave.

A mulher de 26 anos está no Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL) e o estado de saúde dela é estável. 

Antes de serem transferidas para os hospitais estaduais, as vítimas foram levadas para o Hospital Central de Emergências, no bairro São Cristóvão, em Cabo Frio.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here