Prefeito de Búzios Sanciona Leis de Tombamento de Prédios Históricos

0
301

O Prefeito Alexandre Martins, em ato oficial, sancionou nesta segunda-feira (27), as Leis Municipais 1.911, 1.912, 1.913 e 1.914, que dispõem sobre o tombamento de prédios históricos de significativa importância cultural, arquitetônica e histórica para a cidade de Armação dos Búzios. O tombamento é um processo legal pelo qual um edifício, monumento ou bem cultural é oficialmente reconhecido e protegido como parte do patrimônio histórico e cultural de uma região, impedindo sua demolição ou alterações significativas sem autorização específica das autoridades competentes.

De acordo com a Lei 1.911, fica oficializado o tombamento do prédio do templo da Igreja Assembleia de Deus da Rua das Pedras, situado na Avenida José Bento Ribeiro Dantas, 198, Rua das Pedras. A igreja, inaugurada em 24 de novembro de 1963, em estilo clássico, é considerada um dos marcos históricos mais emblemáticos da cidade, localizando-se em uma área nobre de Búzios. O templo, construído sobre o terreno onde antes existia um salão de baile de uma antiga agremiação de carnaval, representa não apenas um espaço de culto, mas também um símbolo da diversidade cultural buziana. A iniciativa visa valorizar os elementos culturais e manter viva a identidade do povo local, contribuindo para o turismo sustentável e a preservação dos costumes.

A Lei 1.912 contempla o tombamento das igrejas Metodistas da Baía Formosa, dos Ossos e de Manguinhos, cujas construções remontam ao início do século XX. Essas edificações não apenas desempenham um papel fundamental na história religiosa de Búzios, mas também representam marcos arquitetônicos que testemunham a chegada do protestantismo à região. A preservação desses templos é essencial para manter viva a memória histórica e cultural do município, além de fortalecer o turismo e a educação patrimonial.

Já a Lei 1.913 confere o status de patrimônio histórico aos prédios que compõem a Caza do Sino, Casa de Boy Sampaio, Casa da Colônia, Casa do Solar do Peixe Vivo e Casa da Colônia dos Pescadores Z23. Destacam-se entre essas edificações a Casa de Boy Sampaio, associada a histórias e lendas locais, e o Solar do Peixe Vivo, que foi residência de veraneio do ex-presidente Juscelino Kubitschek. O tombamento desses imóveis visa proteger sua integridade histórica e arquitetônica, garantindo que futuras intervenções sejam realizadas com o devido cuidado e respeito à sua importância cultural.

Por fim, a Lei 1.914 confirma o tombamento da Casa de Aduelas Azuis, uma construção que remonta ao período da exploração baleeira no século XVIII. Localizada ao lado do Colégio Estadual João de Oliveira Botas, essa casa é um exemplo notável da arquitetura colonial buziana e desempenhou um papel significativo na história econômica e social da região. O tombamento deste imóvel visa preservar sua estrutura original e sua importância histórica para as futuras gerações.

Todas as intervenções físicas a serem realizadas nos prédios tombados serão encaminhadas ao Conselho Municipal de Cultura e Patrimônio Histórico para avaliação consultiva, visando garantir a preservação e salvaguarda desses importantes patrimônios culturais de Armação dos Búzios.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here