Ações da Defesa Civil aldeense são destaques em reunião com o secretário de Estado

O diretor da Defesa Civil de São Pedro da Aldeia, Marcus Dothavio, se reuniu na última quarta-feira (22) com o secretário estadual de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, Coronel Roberto Bobadey Costa Jr. O encontro aconteceu no gabinete do Comando Geral. Na oportunidade, foram apresentadas as ações desenvolvidas pelo município em prol da gestão de risco e do compromisso com a resiliência aos desastres, com destaque para os projetos “Defesinha”, “Escolas Preparadas” e “Comunidades Preparadas”.

O Prefeito Cláudio Chumbinho falou sobre o serviço realizado pelo órgão aldeense. “Acompanho o trabalho da Defesa Civil de perto e com muita satisfação. Temos trabalhado nessas estações de prevenção em parceria com o órgão estadual, seja na questão de preparação ou no auxílio em épocas de chuva, seguindo sempre as orientações do Estado. Contamos com voluntários que saem de suas casas para auxiliar a Defesa Civil nas ações de conscientização da comunidade e, com um trabalho realizado com muita responsabilidade, nos tornamos referência na área”, destacou.

Considerada uma das equipes mais atuantes na gestão de riscos de desastre no Estado do Rio de Janeiro, a Defesa Civil aldeense capacitou no último ano 480 voluntários, elaborou 37 projetos de prevenção e preparação e realizou 1.895 atendimentos em projetos sociais. Com o objetivo de envolver a comunidade no processo de construção de um ambiente favorável e resiliente, o projeto “Comunidades Preparadas” capacitou 168 moradores de diversos bairros.

Diretor da Divisão aldeense, Marcus Dothavio enfatizou que o trabalho de prevenção civil realizado no município segue, desde o início da gestão do Prefeito Cláudio Chumbinho, orientações do comando-geral do CBMERJ e da Defesa Civil Estadual. “Foi uma honra ser recebido pelo nosso comandante-geral e secretário, tendo a oportunidade de apresentar todo o trabalho que realizamos em São Pedro da Aldeia e mostrar que é possível desenvolver atividades de prevenção e preparação da população numa parceria entre poder público, iniciativa privada e sociedade em geral”, declarou.

Em 2018, a divisão aldeense deu início ao projeto “Escolas Preparadas”, inédito na Região dos Lagos, que tem como meta inicial capacitar 1.200 crianças, com idade entre 6 e 12 anos, para lidarem com situações de riscos. Voltado para crianças de 4 a 14 anos de idade, o projeto “Defesinha” faz tamanho sucesso no município que as 200 vagas ofertadas para a edição Verão 2018 se esgotaram em uma manhã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here