Guarda Marítima e Ambiental de Cabo Frio resgata gavião-carcará no Braga

Após o telefonema de um morador, homens da Guarda Marítima e Ambiental de Cabo Frio foram até a Rua Florisbela Pena, no Braga, para o resgate de um gavião-carcará. Segundo relatos, a ave sobrevoava o local e ao realizar um “mergulho” para tentar pegar uma presa, acabou se chocando com a fiação elétrica, quebrando uma das asas e ferindo a outra.

O resgate transcorreu sem problemas e a ave foi encaminhada ao Instituto Ambiental Phenix de Animais Silvestres – Iapas – onde passará por avaliação e receberá tratamento até que possa ser devolvida à natureza.

“O gavião-carcará é uma ave comum em nossa região e está sempre presente nos centros urbanos. Devemos ressaltar que, mesmo machucada, é arriscado que se tenha algum contato com a ave sem a devida capacitação. Além das garras longas, o gavião tem um bico bastante afiado e pode causar ferimentos sérios. Isso só ressalta a destreza dos agentes da nossa Guarda Marítima e Ambiental, que resgataram o animal. Agradecemos também o morador que ligou para nos avisar”, explicou o coordenador de Meio Ambiente da Secretaria de Desenvolvimento, Mario Flavio Moreira.

O Gavião-carcará é uma ave da família Falconidae e seu nome científico é Caracara plancus. Em inglês ele é conhecido como Southern Caracara. Esta espécie tem alguns nomes populares como carancho, caracará, caracaraí, Gavião-de-queimada e Gavião-calçudo.

Habita o centro e o sul de toda a América do Sul. A maior população se encontra no sudeste e nordeste do Brasil. O carcará habita regiões abertas, estradas, beira-mar, cerrados, borda de matas e centros urbanos.

Qualquer caso de contato, avistamento, maus tratos ou acidentes envolvendo animais silvestres devem ser imediatamente comunicados à coordenadoria de Meio Ambiente pelo telefone 99242-3041 ou pelo e-mail cogemacabofrio@gmail.com.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here