CPI que investigará contratações dos eventos da Prefeitura de Cabo Frio terá início dia 07 de março

0
7

Iniciaram-se os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis irregularidades nas contratações do gabinete da prefeita de Cabo Frio, Magdala Furtado, através da Superintendência de Eventos. 

A CPI, oficialmente instalada em 7 de março, realizou sua primeira reunião para eleger presidente e relator em 20 de março. 

Davi Souza foi eleito presidente e Josias da Sweel, relator. Os vereadores Luis Geraldo, Thiago Vasconcelos e Rodolfo Aguiar também compõem a CPI, com prazo de 90 a 180 dias para apresentar os resultados da investigação. 

A Expo Cabo Frio 2023, o aniversário da cidade, a decoração de Natal e o réveillon estão entre os objetos de investigação.

Segundo Davi Souza, a prefeita Magdala Furtado não será convocada neste momento. A CPI buscará inicialmente informações e dados para análise, convocando os envolvidos posteriormente. 

Oficialmente, a CPI tem poder de investigação similar ao judiciário, sem poder de julgamento ou punição, visando apurar irregularidades e encaminhar conclusões finais ao Ministério Público.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here