Irmã de argentina morta em Búzios está no Brasil para liberar o corpo

A irmã da argentina Florencia Aranguren, de 31 anos, atacada e morta em uma trilha da praia de José Gonçalves, em Armação dos Búzios, está no Brasil para a liberação do corpo, que segue no Instituto Médico Legal de Cabo Frio, cidade vizinha, na manhã desta quinta-feira (7). 

Ela foi morta quando passeava com o cachorro numa estrada de terra, cercada por vegetação, no bairro José Gonçalves. O cachorro da vítima também está no IML aos cuidados da irmã e de um grupo de amigos que acompanha o caso, entre eles uma amiga que reconheceu o corpo no dia do crime. 

O corpo de Florencia, que era de Buenos Aires, será levado para a Argentina. Mas a família ainda tem previsão de quando.

Prisão em flagrante e investigação

O suspeito do crime, preso em flagrante ainda na manhã do assassinato, foi submetido a exame de corpo de delito, no mesmo IML (em Cabo Frio), que constatou manchas de sangue na bermuda dele. Um chinelo também foi apreendido com marcas de sangue.

A Polícia Civil pediu, em caráter de urgência, o resultado dos exames que vão confirmar se trata-se do sangue da argentina. O material foi encaminhado para o Rio de Janeiro e o resultado sairá nos próximos dias. 

O exame de corpo delito da vítima já foi anexado à investigação, sendo constatado que:

Florencia apresentava diversas lesões de defesa nas mãos e diversas lesões por ação perfuro cortante no pescoço e nuca

Imagens de câmera de segurança mostram a vítima passeando com cachorro às 7h05 em uma rua do bairro. 23 minutos depois, às 7h28, o suspeito passa pelo mesmo ponto de bicicleta, como pode ser visto na foto acima. A bicicleta foi encontrada no mato após o crime.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here