Marquinho Mendes discute ações de inclusão em reunião na APAE de Cabo Frio

0
236

O candidato a prefeito, Marquinho Mendes (MDB), participou  de uma roda de conversa com representantes das entidades responsáveis pelo atendimento a pessoas com necessidades especiais de Cabo Frio. O encontro aconteceu na sede da APAE com a presença da presidente da associação, Kelly Soares, Hugo Vilela, presidente da Associação de Surdos da Região dos Lagos (Asurlagos), Luciana Dias, interprete da Asurlagos, Idalina Araújo, presidente da Associação dos Deficientes de Cabo Frio (Adecaf) e Kleber Veríssimo, tesoureiro da Adecaf.

Durante o encontro, o candidato Marquinho 15 apresentou inúmeros projetos executados durante a sua gestão como prefeito, e as propostas do seu atual plano de governo voltada para a área. Os representantes das entidades apresentaram ao candidato um projeto com 58 propostas a serem anexadas no plano de governo.

“É muito importante esse encontro. A APAE sempre foi uma instituição importante para a cidade. É a segunda maior em atendimento do estado. Por isso viemos ouvir as demandas da APAE e das outras entidades presentes e também apresentar as nossas propostas. Avançamos muito. E as conquistas que tivemos durante a nossa gestão são graças a essas pessoas, que conhecem o dia-a-dia do deficiente físico em nossa cidade. Por isso não vamos parar. Vamos trabalhar em conjunto. Buscar parcerias com o Governo do Estado e Federal para ampliar os serviços prestados tanto pela prefeitura quanto pelas entidades responsáveis para ampliar o atendimento. Fizemos isso na Câmara dos Deputados. Quando eu era Deputado, tive a oportunidade de direcionar R$200 mil em emenda parlamentar para a APAE Cabo Frio. A verba foi investida na aquisição de aparelhos para os usuários”, disse o candidato a prefeito.

Entre as solicitações apresentadas, está a implantação de um novo núcleo da APAE no Jardim Esperança e a criação do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência e a criação do Fundo da Pessoa com Deficiência. Para a presidente da APAE, a criação do fundo vai garantir os direitos dessas pessoas.

“Um exemplo comum em nossa cidade são os motoristas estacionarem em vagas destinadas a deficientes. Com o fundo, podemos destinar o valor gerado através das multas para quem tem realmente direito”, disse a presidente da APAE, Kelly Soares.

Durante a apresentação das propostas, o candidato falou um pouco sobre o projeto “Cabo Frio na Rota Olímpica e Paralímpica”, inciado durante a sua gestão (2012) sob a responsabilidade técnica de Kleber Veríssimo, tesoureiro da Adecaf.

“A possibilidade de presenciar atletas com deficiência em Cabo Frio causou uma grande expectativa. Infelizmente a gestão anterior (2013/2016) não deu continuidade a este importante projeto iniciado na gestão do Marquinho. Na época fomos convidados pela Embratur porque atendemos as exigências necessárias para cadastrar a cidade e receber a delegação. Tínhamos tudo a nosso favor e foi mais um projeto abandonado.” disse Kleber Verissímo.

As propostas apresentadas pelo candidato e pelos movimentos serão analisadas e acrescentadas ao plano de governo do candidato.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here