Seis integrantes de uma das maiores quadrilhas de roubo a bancos e a caixas eletrônicos do País são presos em Volta Redonda e Búzios

Eles faziam parte da facção criminosa PGC (Primeiro Grupo Catarinense), que tinha conexão com a organização criminosa carioca Comando Vermelho (CV)

0
601

Policiais da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), com apoio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), prenderam, na Cidade de Volta Redonda, Sul do Estado do Rio de Janeiro e em Búzios, Região dos Lagos, na madrugada desta segunda-feira (26/02), seis integrantes de uma das maiores quadrilhas de roubo a bancos e a caixas eletrônicos do País. Eles faziam parte da facção criminosa PGC (Primeiro Grupo Catarinense), que tinha conexão com a organização criminosa carioca Comando Vermelho (CV).

O grupo foi descoberto após investigações da DCOD e troca de informações com a DRF. De acordo com o delegado titular da DCOD, Felipe Curi, foram cerca de três meses de investigação, “um trabalho intenso de Inteligência”.

– Sabíamos que eles iam tentar praticar esse crime porque eles aproveitavam o final de semana. Tem uma pessoa de dentro da instituição financeira que dava apoio a eles, desativando os alarmes, monitorando as câmeras de segurança. E já identificamos o intermediário que fazia esse “link” entre a pessoa do banco e a quadrilha – ressaltou.

O delegado frisou, ainda, que o grupo entrava nos bancos durante a noite e passava a madrugada lá dentro para arrombar os cofres e caixas eletrônicos. E algumas vezes eles entravam na sexta-feira e só iam embora no domingo à noite. “E o banco só se dava conta do prejuízo na manhã de segunda-feira”, concluiu.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here