Bike Night volta a movimentar as ruas de Cabo Frio

Retorno será na próxima semana com concentração em São Cristóvão

0
160

A partir de quinta-feira (1) o movimento Bike Night volta a movimentar as ruas de Cabo Frio com o calendário de passeios ciclísticos noturnos. A concentração será às 19h30, na Rua Expedicionário da Pátria, 952, no bairro São Cristóvão. O evento tem apoio da Prefeitura de Cabo Frio, através da Guarda Municipal, que estará atuando no controle do trânsito, e também da Secretaria de Esporte.

Este é o quarto ano do Bike Night, que surgiu através de um grupo de amigos que queriam pedalar, mas precisavam de um estímulo. Com a rotina de trabalho, eles desejavam mudar o estilo de vida, mas pedalar sozinho não trazia ânimo. Segundo Wellington Alves Vieira, um dos organizadores do passeio, “no início poucas pessoas aderiram, mas logo em seguida o grupo foi aumentando e atualmente são de 150 a 200 ciclistas”. Ele lembra que o movimento traz bastante rotatividade pois a cada semana surgem pessoas diferentes, inclusive de outros estados do Brasil. Além disso, o Bike Night promove um passeio turístico passando pelos principais pontos históricos da cidade.

Ele lembra que o passeio ciclístico promove saúde, qualidade de vida, bem estar e mobilidade urbana “que é essencial para uma sociedade”. Por isso o objetivo é fomentar o uso da bicicleta como meio de transporte, gerando benefícios para a saúde mental e física. “Também buscamos conscientizar para a importância das ciclovias para termos mais segurança, e para que as pessoas possam utilizar mais esse meio de transporte para ir ao trabalho, à padaria, ao mercado, faculdade. Teremos mais saúde se usarmos mais a bicicleta”, alertou Wellington.

Para participar do Bike Night é necessário ter alegria, uma bicicleta, e doar um quilo de alimento não perecível. “O Bike Night não tem limites de idade. Até uma criança de apenas dois anos pode ir na cadeirinha do papai. Temos uma pessoa de 78 anos que vem de Iguaba pedalando para se juntar ao Bike Night. É muito gratificante”, completou o organizador, alertando que o percurso de 10 a 12 km deve ser com equipamentos de segurança como o capacete, sinalizador e água para se hidratar. Entidades como a Casa Renê Pessa, no bairro das Palmeiras, e o Centro de Atenção ao Jovem Espaço Feliz (Cajef), no Jacaré, serão beneficiadas com os alimentos que serão doados pelos participantes.

O movimento Bike Night também proporciona histórias incríveis como o caso de Mário Bispo, de 67 anos, que hoje é adepto ao esporte. Mas nem sempre foi assim. Tudo começou por curiosidade, quando foi fotografar o evento, e no mesmo dia chegou a percorrer 12 km com muita dificuldade. Ele percebeu dores musculares por todo o corpo quando acabou o percurso, mas não desistiu. “O incentivo dos meus amigos foi muito importante para eu continuar. Além disso, fiz amizades e emagreci 18 kg sem dieta. Tudo melhorou. O colesterol, triglicerídeos, glicose normalizaram. Hoje pedalo 120 km sem nenhum problema. Há quatro anos eu pratico esse esporte”, acrescentou o atleta.

Para a Maria Jose Fialho o Bike Night é sinônimo de amor. Ela conta que sempre gostou de fazer parte dos passeios e, num deles, em 2016, conheceu um carioca chamado Luiz Antônio Correia, que veio participar do evento: logo começaram a namorar. Três meses depois se casaram no civil, em Cabo Frio, e a família do Bike Night se alegrou e preparou uma cerimônia de casamento bem diferente. “Apesar da brincadeira foi tudo muito bonito. Somos muito felizes, e até hoje continuamos pedalando, firmes no esporte. Se eu não pedalasse talvez não tivesse conhecido o meu esposo”, completou Maria.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here