Imagens retiradas de internet estão sendo usadas para disseminar fake news de massacres as escolas da região

Prints veiculados por alguns portais de notícias da Região dos Lagos anda causando pânico aos pais, alunos e professores das escolas da região com uma onda de “fake news”. 

Eles estariam se baseando em uma lista que receberam pelo Instagram mostrando as cidades e quantidades de escolas que sofrerão um massacre.

Contudo, ao fazer uma pesquisa simples, descobre-se que imagens de armas e de jovem levantando a camisa são imagens publicadas no Pinterest. Ou seja, foram imagens retiradas na internet e nem do Brasil elas são. 


Mesma imagem publicada em um portal da região, sendo utilizada por uma página de fake news de uma adolescente, de 14 anos, de Montes Claros


Essa “fake news”, anda causando pânico. Tem alunos não indo as escolas, pais assustados e professores sem saber como agir. 

De acordo com o Leonardo Oliveira, comandante do 25° BPM, “nossa orientação não repasse fotos, áudios. Tem fotos sendo usadas da internet e até da Baixada Fluminense. Pedimos que as pessoas entrem em contato com as escolas, saber se realmente há uma ameaça, com as autoridades”, disse.

Hoje, dia 10, a Polícia Militar iniciou a operação “Escola Segura” nas sete cidades que abrangem o 25 BPM sem prazo para acabar.

O comandate pede que denuncias sejam feitas nos canais oficiais. Em situação de emergência ligue: 199

Cidades da região realmente estão aumentando o efetivo de segurança ao redor das escolas, mas nenhuma ameaça foi realmente detectada. As autoridades pedem à população que evite compartilhar informações sem confirmar a veracidade dos fatos e que denunciem qualquer suspeita de notícias falsas às autoridades competentes. A disseminação de informações falsas é crime e pode gerar consequências graves para todos os envolvidos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here