“Peixe, Camarão, Sal e Tradição” é o impactante documentário que relata a realidade da Lagoa de Araruama

0
528

Cleber Lopes

O documentário “Peixe, Camarão, Sal e Tradição”, do cineasta, fotógrafo e roteirista Marcelo de Paula, que estreou ontem na  TV Clima Tempo, é um impactante choque de realidade que contesta a despoluição da Lagoa de Araruama e revela o descaso de autoridades com a comunidade que sempre viveu da pescaas e está ameaçada pelo  despejo de esgoto.

Marcelo de Paula refez a emblemática cena do “homem lama”. O pescador Max Santos, que em 2018, viralizou ao entrar na lagoa e sair com o corpo coberto de esgoto, repetiu o mergulho para o documentário e mostrou que, cinco anos depois, muito pouca coisa mudou. As CPIs, no estado e no município não apontaram soluções.

O ex-secretário de Meio Ambeinte de Cabo Frio, Juarez Lopes, lembra que a Prolagos foi multada em R$ 1,5 milhão por despejo de esgoto na lagoa e lamenta que o município  tenha recebido mais de R$ 1,5 bilhão  de royalties de petróleo e não investiu um centavo para salvar a lagoa.  

Os pescadores já não vivem exclusivamente da atividade e reivindicam a dragagem da lama  do fundo da enseada e a implantação de uma estação de tratamento de nível tercerário para salvar a pesca.  

A TV clima tempo pode ser sintonizada na Sky (canal 170); Claro TV (canal 682) e  Oi TV (canal 189). A produção da Druida Filme alerta quer a poluição por esgoto  da Laguna  de Araruama  pode acabar de vez com a pesca Caiçara, seus conhecimentos e técnicas milenares. O diretor Marcelo de Paula gravou  depoimentos de pesquisadores, moradores e pescadores da comunidade. 

O documentário foi selecionado para a mostra competitiva do Festival Internacional de Cinema Socioambiental de Nova Friburgo. “Peixe, Camarão, Sal e Tradição” foi escolhido entre quase três mil produções, de 123 países. O festival acontece de  21 a 28 de setembro.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here