Protocolo de intenções é celebrado entre Prefeitura de Cabo Frio e Governo do Estado

0
6

A Prefeitura de Cabo Frio assinou, nesta segunda-feira (1º), um protocolo de intenções com o Governo do Estado do Rio de Janeiro. O documento assinado pela secretária de Governo, Thaís Rodrigues, que representou a prefeita Magdala Furtado no encontro, visa integrar as características típicas do município de modo a contribuir para a formulação de políticas públicas econômicas e estratégias de desenvolvimento. A secretária de Turismo, Paolla Martins também esteve na reunião.

O termo de cooperação entre órgãos foi celebrado no Palácio da Guanabara, juntamente com as outras dez cidades da Baixada Litorânea, e se trata de uma prévia para possível parceria futuramente. O evento foi organizado pela Secretaria de Estado de Energia e Economia do Mar, que está com projetos de potencializar a economia azul no estado.

Segundo Thaís Rodrigues, Cabo Frio é uma cidade que tem muitos atributos de atividades do mar. “Nossa cidade tem vocação natural para exploração do setor como, por exemplo, o sal, a pesca, o turismo e até a moda praia. Nós estamos comprometidos em contribuir com esse instrumento de cooperação mútua com o Estado e outros municípios da região, que vai possibilitar discussões e práticas de fomento das riquezas naturais que o município possui para fortalecer a economia local”, explicou a secretária de Governo.

A secretária de Turismo complementou: “Cabo Frio é um município que possui geografia privilegiada e é inegável o poder que o mar possui em diversas áreas da cidade, além dessas que a Thaís citou também tem o turismo náutico, de esportes náuticos, dentre outros. A cidade já possui iniciativa importantes como a Bandeira Azul e o Projeto Orla e a assinatura deste protocolo em um movimento regional fomentará uma série de ações que fortalecerão este potencial de desenvolvimento de forma sustentável”, destacou Paolla Martins.

Eixos relacionados a economia do mar

Essa integração entre o Governo do Estado e os municípios envolvem atividades e a utilização conjunta da experiência e da especialização de cada município se baseia em alguns eixos, tais como:

Pessoas: a valorização e patrimônio da história, dos eventos, saberes e culturas relacionadas à economia do mar como salineira, pesqueira, marisqueira, sambaqui, caiçara dentre outras.

Produtividade: cadeias econômicas produtivas ligadas ao mar, com identificação de diversas atividades econômicas, considerando ainda, o esporte, lazer e turismo.

Paz: como as atividades de fortalecimento institucional, desenvolvimento de arranjos de cooperação, consórcios, e integração de atividades de monitoramento em especial as relacionadas com o alcance das metas 6 e 14 da agenda 2030 das Nações Unidas.

Parcerias, tais como as atividades com fim de troca de conhecimentos, produção científica, integração de calendários de atividades afins e promoção de sinergia para o desenvolvimento da economia do mar sustentável.

Ambiental: as atividades de gestão ambiental, promoção da qualidade social e ambiental das praias e zonas costeiras, assim como valorização patrimonial da região.

Essa celebração envolve as secretarias de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços, de Energia e Economia do Mar, de Esporte e Lazer, e de Turismo do Rio De Janeiro, com os municípios de Araruama, Arraial do Cabo, Armação Dos Búzios, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, Iguaba Grande, Rio Das Ostras, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Silva Jardim.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here