Artigo: O bandido tem que ter medo de sair às ruas, não o cidadão

0
195

O governador Cláudio Castro criou através de Decreto um Grupo de Trabalho para apresentar, no prazo de sessenta dias, propostas para redesenhar a distribuição do policiamento no Estado por conta do aumento da população e das mudanças sociais e econômicas ocorridas ao longo dos anos. O estudo deve apontar a necessidade de instalação de novos batalhões da Polícia Militar em, pelo menos, seis regiões: Jacarepaguá, Copacabana, Méier, Nova Iguaçu, São Gonçalo e Região dos Lagos. A atual distribuição geográfica das áreas circunscricionais das Delegacia Policias e do Batalhões da Policia Militar foram implantadas em 1999, ou seja, é do século passado.


Não parece mas, de 2000 para cá, o mundo mudou muito e a evolução tecnológica e social foram gigantescas. Os VHSs deram lugar aos DVDs e ao Blue Ray. Tecnologias que desapareceram, com a mesma rapidez que surgiram, com a ascenção do streaming. O aplicativos, não só de mensagens mas de serviços mudaram a forma como nos comunicamos e até como pedimos uma pizza no fim de semana. A carona virou negócio, assim como a bicicleta e o telefone fixo é quase uma peça de museu.


O número de pessoas circulando nas ruas aumentou, assim como a quantidade de comércios com os chamados empreendedores individuais. O crime, infelizmente, também evoluiu. Os bandidos se organizaram, se armaram, dominaram comunidades inteiras no Estado, devido a conivência de alguns governos e a falta de políticas sociais capazes de resgatar a população do domínio de facções criminosas.


A Região dos lagos, um dos pólos do turismo do interior é, na minha ótica, a mais emblemática região do estudo. O 25º BPM é o responsável pela segurança de sete municípios: Arraial do Cabo, Cabo Frio, Búzios, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Araruama e Saquarema.
O Batalhão foi criado por Lei no dia 5 de janeiro de 1990. Dados do Censo de 91 revelam que, na ocasião, a região somava uma população de 250.885 habitantes. Hoje, três décadas depois, só Cabo Frio tem população estimada, de acordo com IBGE, em 234.077 pessoas. A região soma mais de meio mihão de habitantes atualmetne. Somos 664.911, de acordo com as estimativa do IBGE, o que equivale a 2,6 vezes mais a população de três décadas atrás quando o 25º BPM foi criado.


A instalação de um novo Batalhão é urgente. É uma necessidade que se sustenta independente do discurso do aumento da população na temporada de verão, quando a região recebe cerca de 1,5 milhão de turistas. Números que mostram que já podemos avançar no debate da instalção de uma Companhia ou até mesmo um Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur). O novo Batalhão na região é a garantia da segurança da população residente dos sete municípios que precisa de uma atuação mais presente da PM para que o crime organizado ou mesmo as milícias não se instalem definitivamente nas comunidades impondo suas leis e ingorando o Estado Democrático de Direito. Um novo Batalhão que divida a região em duas vai dobrar o policiamento e permitir melhor planejamento da segurança, um direito de todos os cidadãos que não podem ser reféns da marginalidade. Quem tem que ter medo de sair às ruas é o bandido, não a população.

Bernardo Ariston

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here