Prefeito de Cabo Frio: “O povo, nas urnas, deixou bem claro que queria Marquinho Mendes”

Prefeito afirma que caso a justiça determine uma nova eleição, ele pode participar

 

 

Nesta segunda-feira, dia 12, o prefeito de Cabo Frio, Marquinho Mendes, concedeu uma entrevista para falar sobre a administração da cidade e sua questão com a justiça eleitoral. Já que foi confirmada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a aplicação da Lei da Ficha Limpa para políticos condenados antes de 2010, como é o caso do prefeito de Cabo Frio, e, sendo assim, há a possibilidade de novas eleições no município. Marquinho iniciou a entrevista falando sobre e assunto.

 

DR. ADRIANO

Com a possibilidade de novas eleições no município, o segundo colocado no último pleito, Dr. Adriano, foi até a Rádio Litoral FM falar sobre como administraria a cidade caso seja eleito pelo povo e Marquinho rebateu essa questão.

“Eu participei da última eleição com meu registro deferido. Sou prefeito por amor a Cabo Frio. Eu respeito o Dr. Adriano, mas eu acho precipitado ele falar que se houver um processo eleitoral, ele só ficará com dois secretários meus. Não me preocupo com as declarações do Dr. Adriano, até porque eu creio que não vai acontecer uma nova eleição. Mas, se por acaso, a justiça determinar, eu entendo que posso participar de uma nova eleição. O povo, nas urnas, deixou bem claro que queria Marquinho Mendes. Não sou melhor e nem pior que ninguém, mas sou um político experiente”, disse.

“Não sou melhor e nem pior que ninguém, mas sou um político experiente”, disse.

SALÁRIO ATRASADO

De acordo com Marquinho Mendes, o ex-prefeito Alair Corrêa deixou quatro folhas e meia de pagamentos atrasados. “Hoje a cidade está com o salário em dia e o passivo deixado, nós já avançamos muito. Falta pouco para acabar com a dívida por Alair Corrêa com o funcionalismo público”, afirma.

GREVE NA EDUCAÇÃO

Com tanta greve na Educação, o ano letivo de 2017 das escolas municipais ainda não terminou. Na entrevista, Marquinho Mendes pede, humildemente, que os professores voltem às salas de aula.

“Nós já fizemos uma proposta ao sindicato. A grave já foi considerada ilegal e os professores tem que voltar. Eu quero que os alunos não sejam prejudicados. Os alunos não podem sofrer com a dívida deixada por Alair Corrêa. O governo anterior acabou com a cidade, conseguimos em 2017 reconstruir Cabo Frio. Estamos reconstruindo a cidade”, disse.

BAIRRO MARIA JOAQUINA

Na última semana, ficou determinado na Alerj que o bairro Marquinho Joaquina passe a pertencer ao município de Búzios. Mas Marquinho Mendes afirma que vai lutar contra isso.
“Eu tenho um carinho muito grande pelo povo de lá. Nós recorremos da decisão pela Alerj, por considerarmos inconstitucional. Seria uma irresponsabilidade não recorrer e provar isso. Não estou preocupado com o prejuízo financeiro, porque isso não vai acontecer”.

ADVERSÁRIOS POLÍTICOS

Para finalizar, Marquinho Mendes falou sobre os adversários políticos que já estão se movendo para criar laços, caso realmente ocorra uma eleição na cidade.

“Tranquilizo Cabo Frio, onde vários candidatos já apareceram. Quero me dirigir a Dr. Paulo César, vereador Vanderlei Bento, Dr. Adriano, vereador Rafael Peçanha e deputado Janio Mendes, e pedir que tenham mais amor por Cabo Frio e se coloquem a disposição para ajudar a reconstruir essa cidade. Porque tirando o vereador Rafael Peçanha, todos fizeram parte da destruição de Cabo Frio aliados a Alair Corrêa. A partir daí, vai da consciência de cada um. Eu não tenho vaidades, meu gabinete está de portas abertas para eles me ajudarem na reconstrução. Estou aberto a opinião de todos”, enfatiza.
Quanto à questão jurídica, Marquinho disse estar tranquilo.

“Deposito minha confiança no meu advogado Carlos Magno e em Deus que nunca me desampara e não vai me desamparar neste momento. Nós vamos trabalhar e continuar trabalhando na reconstrução de Cabo Frio”, finaliza o prefeito.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here