Choque de Ordem de Cabo Frio continuará em diversos pontos da cidade até quarta-feira

A Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Coordenadoria de Posturas da Secretaria de Desenvolvimento da Cidade, dará continuidade ao “Choque de Ordem” iniciado na última quinta-feira (15), com o intuito de orientar, notificar, autuar e, se for o caso, multar estabelecimentos comerciais que estejam trabalhando fora do que determina a Legislação Municipal.

Para o coordenador de Posturas, Alexandre Lopes, as reclamações dos comerciantes sobre a ação realizada no Boulevard Canal são infundadas.

“Quem estava trabalhando dentro da legalidade, não reclamou nem foi às redes sociais deturpar o que aconteceu. Todos os que foram autuados, multados ou obrigados a fechar as portas é porque descumpriram orientações, notificações e intimações referentes a adequações à Legislação Municipal que vinham sendo cobradas há tempos e nunca cumpridas. Quanto ao fato de o local não ser residencial, a Legislação Municipal especifica uma decibelagem para todos os locais, não importando se são residenciais ou comerciais”, afirmou Alexandre Lopes.

O Choque de Ordem é realizado em conjunto com a Coordenadoria de Meio Ambiente, a Guarda Municipal e a Polícia Militar.

“O armamento faz parte do equipamento de trabalho da Polícia Militar, o que torna a chegada aos locais impactante, mas quem entra nos estabelecimentos são apenas os fiscais da prefeitura. No entorno das regiões onde há bares e casas noturnas há sempre aglomeração de pessoas, e a possibilidade de haver venda de drogas é grande, pois isso, a participação da Polícia Militar se faz tão necessária”, explicou Alexandre Lopes.

Por determinação do Prefeito Dr. Adriano Moreno, o Choque de Ordem vai acontecer em todos os pontos que foram alvos de denúncias e reclamações, e a escolha do feriadão para a sua realização é exatamente para mostrar que, na cidade de Cabo Frio, o trabalho da municipalidade é constante e que trabalhar dentro da legalidade será uma condicionante.

“Estamos cuidando do cidadão cabo-friense e dos comerciantes que pagam seus impostos e trabalham dentro da legalidade. Quem quiser continuar trabalhando com segurança e tranquilidade, basta se adequar à Legislação, não importa se no Boulevard Canal, no Centro ou no Segundo Distrito”, concluiu o coordenador de Posturas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here