Polo Moda Praia fortalece economia de Cabo Frio

O setor moda praia de Cabo Frio tem fortalecido o título de Polo do Estado do Rio de Janeiro e impulsionado a indústria e o comércio da cidade. O investimento neste setor, com parceria da iniciativa público-privada, registra frutos que influenciam na economia. De acordo com o Sebrae, o Polo registrou um aumento de receita de 26,7% na linha praia, nos anos de 2014 e 2016, contra 11,1% do realizado pela média das confecções no país. Os dados são do Estudo da Competitividade da Moda Praia na Região de Cabo Frio produzido pelo Instituto de Estudos e Marketing Industrial sob encomenda do Sebrae/RJ.

Exemplos de iniciativas que visam o fortalecimento do Polo não faltam. O Veste Rio, por exemplo, evento que aconteceu no Pier Mauá, Rio de Janeiro, entre os dias 11 e 15 de abril, teve a participação da loja Pitanga, da Gamboa. Através de um edital de moda da Firjan, ela foi selecionada entre 10 empresas para participar do evento que reuniu as tendências da Primavera-Verão 2018/2019.

“Estar na Veste Rio, que é um grande evento de moda, com a presença de grandes marcas, e levar a Pitanga representando a Moda Praia de Cabo Frio, da Rua dos Biquínis, foi um orgulho.Tivemos muitos contatos produtivos, além da visibilidade gerada para a Rua. Não podemos deixar de agradecer a toda equipe da Firjan pela oportunidade ”, declarou a empresária Cláudia Guimarães Rosa, proprietária da loja.

O presidente da Associação da Rua dos Biquínis, Armando Braga, ressaltou a importância da participação da Pitanga na Veste Rio. “É importante estarmos representados por uma marca local porque isso fortalece sempre o nosso Polo Moda Praia”.

Com 120 lojas e sendo responsável pela geração de 12.500 a 15 mil empregos na cidade, a Rua dos Biquínis, através da Associação local, busca o constante aperfeiçoamento dos empresários. Em maio, por exemplo, eles participam do “Safari de Santa Catarina”, onde um grupo de 20 empresários locais fará visitas técnicas a lojas do segundo maior polo têxtil do país.

“A capacitação é um fator fundamental para a competitividade das empresas, e no setor de Moda Praia não é diferente. Cada vez mais as empresas precisam inovar no modelo, no tecido, nos acessórios, no serviço, surpreendendo os clientes com o produto e um atendimento personalizado. As empresas precisam conquistar um diferencial no mercado, e isso exige muita capacitação e conhecimento dos empresários e de seus colaboradores”, diz Ana Cláudia Vieira, gerente regional do Sebrae na Região dos Lagos, que ressalta que ainda em 2018 eles participarão da missão internacional de moda na Espanha.

E a Prefeitura de Cabo Frio tem investido, cada vez mais, na diversificação de captação de recursos para transformar a cidade economicamente forte nas mais diversas áreas como Turismo, Gastronomia, Indústria e Comércio, dentre outros setores. Parcerias com a iniciativa privada têm garantido a realização de diversos eventos. A Superintendência da Indústria e Comércio, por exemplo, vem promovendo o diálogo com os empresários, dividindo por área de atuação e localidade, ouvindo reivindicações e sugestões. Além disso, há projeto de cursos de aperfeiçoamento profissional para os empregados no comércio local.

“A indústria da moda praia é uma das principais na economia local. Entendo que devemos nos orgulhar de sermos referência no segmento e apoiar cada vez mais nossas empresas. A capacitação não só da mão de obra, como também dos empresários do setor, é fundamental para melhorar ainda mais a produtividade, aumentando o volume de vendas e, com isso, gerando ainda mais empregos e renda”, declarou Carlos Cunha, superintendente de Indústria e Comércio da Prefeitura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here