O SOMBRA: Tudo sobre a política da Região dos Lagos nesta terça-feira, dia 22

São Pedro da Aldeia

Nesta quarta-feira (23), a Câmara de São Pedro da Aldeia, vai ficar agitada por ocasião da votação das contas do prefeito, Cláudio Chumbinho. Segundo informações, os vereadores vão votar as contas de 2018 e placar pode não ser favorável para o prefeito, que não teria sido notificado. Caldeirão vai ferver mais uma vez.

Cabo Frio

A repercussão da foto do prefeito Adriano Moreno com uma arma em punho numa rua de Cabo Frio foi imensa. O fato ocorreu no domingo a tarde, após discussão com um eleitor que teria feito críticas a administração de Adriano. A notícia ultrapassou a Região dos Lagos chegando aos quatro cantos do país. Os cabofrienses se dizem envergonhados com o que se viu nas fotos e o que ouviu no vídeo do prefeito. Cabo Frio não merece tamanho vexame.

Arraial do Cabo

Com as novas determinações do Ministério Público do Estado do Rio, somente 15 táxis poderão parar simultaneamente na Rua do Pontal do Atalaia. Além disso, o município terá que demarcar todas as áreas de estacionamento no interior do Pontal do Atalaia, a partir da Rua R. de Castro Neto, logo após a cancela de um condomínio local. O Pontal do Atalaia é um dos principais pontos turísticos de Arraial do Cabo e atrai turistas do mundo inteiro.

Búzios

Preocupado com a pandemia do Coronavírus e com a chegada de muitos turistas em janeiro, quando tomará posse, o prefeito eleito Alexandre Martins tem priorizado o tema verão. Alexandre sabe que vai pegar o “trem embalado” e não pode errar. Por isso, várias reuniões tem acontecido no balneário.

Iguaba Grande

O prefeito de Iguaba Grande, Vantoil Martins, deve anunciar em live, nesta quarta-feira (23) os nomes de seus secretários para os próximos 4 anos. Nas ruas, muita gente quer saber quais nomes e se terá surpresa. Muita expectativa na prefeitura.

Araruama

A Juíza da 1° Vara Civil de Araruama, Alessandra de Souza Araújo, deu prazo de 10 dias para a prefeita Lívia de Chiquinho e a secretária de saúde, Ana Paula Bragança Corrêa, apresentarem provas documentais sobre todos os contratos celebrados e despesas, desde de março do corrente ano, decorrentes do combate a pandemia da Covid-19. Na decisão, a magistrada aponta indícios de ilegalidades dos agentes públicos junto a administração municipal. Fonte Blog do Arlindo

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here